Rondônia, - 00:08

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Bug das redes sociais
Bug das redes sociais atingiu cerca de 70% dos pequenos negócios brasileiros
O pior ''apagão'' das plataformas pertencentes ao grupo Facebook (Instagram, Whatsapp e Facebook) desde 2008
Publicado Sexta-Feira, 8 de Outubro de 2021, às 15:49 | Fonte da Redação 0

 
 

Divulgação

Segundo pesquisa feita pelo Sebrae, sete em cada dez micro e pequenas empresas usam o Instagram, Facebook e Whatsapp para anunciar e efetuar vendas. Instituição mapeia dicas dicas para evitar prejuízos.

 

O pior "apagão" das plataformas pertencentes ao grupo Facebook (Instagram, Whatsapp e Facebook) desde 2008 não afetou apenas as interações em redes sociais, na última segunda-feira (4). Prejudicou também as vendas dos pequenos negócios, usam essas mídias como ferramenta de divulgação e vendas. De acordo com pesquisa feita pelo Sebrae, sete em cada dez empreendedores brasileiros já trabalham com vendas online. Desses 84% via WhatsApp, 54% via Instagram e 51% pelo Facebook.

 

De acordo com o levantamento do Sebrae, os negócios dos setores de varejo e serviços, que comercializam diretamente para o consumidor final, são mais impactados quando canais de relacionamento com o público saem do ar. Segundo o presidente do Sebrae, Carlos Melles, as micro e pequenas empresas dependem cada vez mais dessas redes sociais para divulgação, relacionamento com os clientes e para fechar negócio. “No início da pandemia (maio de 2020), o percentual de empreendedores que utilizavam as redes sociais era de 59%. Com as restrições de abertura e com o isolamento, os pequenos negócios tiveram que inovar e mudar a forma de vender e de divulgar seus produtos e serviços. Desse modo, em alguns segmentos, o número de empresas atuando no ambiente virtual teve um incremento superior a 20%”, comenta Melles.

 

A orientação do Sebrae é que o empreendedor não fique refém de apenas um canal de comunicação e, neste caso, até de um único grupo empresarial. “Atuar em mais de uma rede social, bem como montar um cadastro de clientes com telefone e e-mail são alternativas que podem ajudar em um momento como este ou até mesmo de sequestro da conta por algum hacker”, alerta o analista de Competitividade do Sebrae, Ivan Tonet. Ele acrescenta que é interessante que os pequenos negócios avaliem a possibilidade da criação de um site institucional, loja virtual ou de atuarem em marketplaces e apps. Essa diversificação de canais permite ampliar acesso ao público consumidor e ficar menos exposto ao risco da atuação concentrada em um único canal de vendas.

 

Saiba mais sobre as ações do Sebrae, acesse o site www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp, pelo mesmo número. Siga o Sebrae em Rondônia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube (@sebraero).



Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Assembleia Legislativa de RO sediou o I Pitch Day promovido pela Fapero
O evento teve como objetivo a apresentação de projetos de pesquisa elaborados por várias instituições de RO e AM...


No Dia da Inovação, Sebrae lança congresso com cofundador da Apple
Steve Wozniack participa de programação em evento voltado para a Indústria...


Sebrae entrega Plano Municipal de Turismo ao prefeito Hildon Chaves
Documento contém planejamento para desenvolver a atividade turística na capital...


Por que a Huawei ainda consegue lançar smartphones com apps do Google
A Huawei deve lançar em breve uma nova versão do P30 Pro, seu smartphone de topo de linha que chegou ao mercado no ano passado...

 
      

2021 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras
© 2007 - 2021 • Ernesto & Eugenio Comunicação

E-mail: [email protected]
Fone: (69) 9 9967-8787 (WhatsApp)
Ariquemes - Rondônia - Brasil

Política de privacidade e uso





 

Publicidade:::

 
 
 
Ariquemes Online