Rondônia, - 22:39

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
Centro de Diálise de Ariquemes
Falta de insumos no Centro de Diálise de Ariquemes preocupa deputado
Preocupado o parlamentar busca informações para informar a população
Publicado Segunda-Feira, 27 de Setembro de 2021, às 12:23 | Fonte da Redação 0

 
 

Divulgação

Desde o início da crise de falta de Solução para Diálise em Rondônia, o deputado Adelino Follador (DEM) tem acompanhado e cobrado das autoridades responsáveis uma ação rápida conforme demanda a necessidade, dada a gravidade que pode chegar se não tomarem providências urgentes, como noticiado em suas redes sociais, na imprensa em geral e no site da ALE em 13/09/2021: https://www.al.ro.leg.br/institucional/noticias/adelino-follador-cobra-acao-da-sesau-sobre-a-crise-de-hemodialise-em-rondonia.

 

Adelino disse, nesta segunda-feira (27), que voltou a falar com a Kátia Regina, diretora do Centro de Diálise de Ariquemes, e com o secretário adjunto de Estado da Saúde, Nélio Santos, e obteve a informação que a compra da Solução já foi efetuado diretamente com o fabricante, e não havendo contratempo deve ser desembarcado ainda hoje (27) em Porto Velho, ou seja, nesta terça-feira (28) o atendimento deverá voltar ao normal.

 

Após a última manifestação do deputado Adelino, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) adquiriu, a título de empréstimo, 400 galões de Solução do Estado do Acre, além da aquisição de mais de 41 mil galões, que foram empenhados, com prazo para a primeira entrega em 10 dias.

 

Quanto a diminuição do tempo das sessões, a informação é de que “até o presente momento não houve falta do produto na Centro de Diálise de Ariquemes, nem tão pouco houve a interrupção de atendimento a qualquer paciente. O que houve foi um ajuste no tempo de sessão de cada paciente, tudo com avaliação, supervisão e acompanhamento médico e de acordo com o que preconiza os regulamentos e normas técnicas e científicas que disciplina o tratamento, sem expor a saúde dos pacientes”.

 

O deputado disse que continuará acompanhando, pois “a situação é gravíssima, o Estado não pode ficar na mão de uma empresa, tem que ter plano A, B, C e D, mas o produto que é a base para o atendimento, e que mantem a saúde e a vida dessas pessoas, não pode ter nem ameaça de faltar”. Concluiu Adelino.

 

Texto e foto: Assessoria



Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Governo de Rondônia vai realizar mais de mil exames de mamografia para zerar fila de espera da II Macrorregião
Durante a realização do exame, que é feito em um equipamento chamado mamógrafo...


Governo realizará força tarefa no Hospital Regional de Cacoal para exames de mamografias, confirmou Cirone Deiró
As mulheres que necessitam realizar o exame de mamografia devem procurar a secretaria de saúde do município para fazer o cadastro...


Com ajuda de amigos, Silvio Santos (Zekatraca) conseguiu arrecadar dinheiro para compra de medicamento
Vamos ajudar nosso amigo da cultura de Rondônia...


Cirone Deiró destina recursos para manutenção da enfermaria oncológica do Hospital São Daniel Comboni
Parlamentar trabalhou pela renovação do convênio entre a Sesau e a ASSDACO para garantir a continuidade do atendimento aos pacientes em tratamento oncológico...

 
      

2021 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras
© 2007 - 2021 • Ernesto & Eugenio Comunicação

E-mail: [email protected]
Fone: (69) 9 9967-8787 (WhatsApp)
Ariquemes - Rondônia - Brasil

Política de privacidade e uso





 

Publicidade:::

 
 
 
Ariquemes Online