Rondônia, - 00:09

 

Você está no caderno - Artigos
A exigência dos investidores
A exigência dos investidores + Retomada da dragagem do Rio Madeira + Opções no MDB
Era barulho demais para o Congresso ficar de fora das discussões.
Publicado Terça-Feira, 21 de Julho de 2020, às 16:47 | Fonte Gente de Opinião 0

 
 

 

Era barulho demais para o Congresso ficar de fora das discussões. Quando mais o governo dava de ombros para as críticas à devastação da Amazônia, atribuindo-as a “gafanhotos verdes”, veio o golpe do dinheiro: alguns dos mais importantes e influentes fundos internacionais de investimento encaminharam uma carta às embaixadas brasileiras no Japão, EUA e países da Europa manifestando preocupação com o desmatamento.

A costumeira alegação de que no exterior todos são desinformados e conspiram contra o Brasil cai por terra no caso dos investidores: eles possuem informações que até a média dos brasileiros desconhece e não querem prejudicar o Brasil. Ao contrário, querem ansiosamente investir aqui.

Além dos investidores, o agronegócio brasileiro se queixa dos “gafanhotos marrons” internos, que cometendo crimes na Amazônia prejudicam o Brasil já lá fora. Para os produtores rurais, se há conspiração, ela parte dos concorrentes estrangeiros, que se aproveitam das debilidades do governo brasileiro para atacar nossos interesses nos mercados em que competimos.

Seria só questão de tempo que o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, chefe do Conselhão da Amazônia, fosse chamado ao Senado para detalhar o plano contra o desmatamento. Com sorte, a explicação será dada quando houver um plano, porque tudo continua ainda muito incerto.

...................................................................

A retomada

É oportuna a retomada da dragagem do Rio Madeira, já que entramos num período de estiagem severa causando prejuízos a navegação neste importante corredor de exportação de grãos do Norte do País. O Madeirão está descendo rapidamente expondo os pedrais e isto facilita os trabalhos do Dnitt  na retirada dos sedimentos do rio já bastante assoreado. Em algumas regiões entre Rondônia e o Amazonas já despontam grandes “areiões”.

Opções no MDB

O MDB, que não tem boa tradição de vitórias a prefeitura de Porto Velho – só elegeu Jerônimo Santana em 1985 tendo Tomas Correia de vice – começa o processo de escolha do seu candidato ao prefeito ao Paço Municipal na capital com dois nomes: o ex-presidente do Tribunal de Justiça Walter Waltemberg e o ex-secretário da Saúde Willians “Nero” Pimentel, este último com bom desempenho nos debates e nas urnas na eleição passada.

Punhal da traição

No embate  pela candidatura majoritária no MDB, Pimentel só deixará de ser candidato se não quiser ou para negociar ser vice de algum outro postulante de ponta como o partido costumeiramente faz. Depois que apunhalou seu antigo benfeitor, Valdir Raupp, optando pelo guarda-chuva de Confúcio, ele ganhou prestigio – juntamente com Emerson do Aquarius – com o novo chefe se tornando seu principal assessor.

 Com Ruy

A base pedetista fechou com seu quadro mais tradicional, um dos fundadores do PDT, que foi ligado ao grande ideólogo Leonel Brizola. Falo do advogado Ruy Parra Motta. Os pedetistas bateram o martelo para candidatura própria visando fortalecer a sua nominata de postulantes a vereança que tem a vereadora Ada Dantas seu nome de ponteira. A tese de alianças pode ser aceita desde que o PDT tenha a cabeça de chapa.

A reeleição

A maioria dos prefeitos rondonienses com projeto de eleição preferiu ficar lado dos comerciantes e empresários, pugnando pela abertura geral dos estabelecimentos em seus municípios. Cidades que tomaram esta opção em abrir tudo no Brasil, Itália, China, Espanha ou Japão sofreram as consequências de uma segunda onda. Em Rondônia com o abre-fecha do comércio a primeira onda vai se prolongando.

 



Veja também em Artigos


Coluna Simpi – Simpi fecha parceria com os engenheiros da ABENC-RO
O Simpi fecha mais uma parceria de sucesso, agora com a Associação Brasileira do Engenheiros Civis do Estado de Rondônia...


Política na terra de Rondon – 1912/1982 ((i)
(Do livro Jantar dos Senadores, em fase de revisão histórica) ...


Bem-vindo, Covid-19!
Com muita competência e determinação somente para pular Carnaval e torcer por times de futebol, e também para muitas outras coisas inúteis, os brasileiros morrerão feito formiga principalmente aqueles mais pobres....


O crime de Bruno será um dia esquecido? Ele poderia jogar em Guajará (RO), mas clube desmente negociação
O presidente do clube rondoniense, Lauro Evangelista, reconhece que a contratação, se houvesse, seria polêmica, até porque parte da torcida já se manifestou contrária, pelas redes sociais....

 
      

2021 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras
© 2007 - 2021 • Ernesto & Eugenio Comunicação

E-mail: [email protected]
Fone: (69) 9 9967-8787 (WhatsApp)
Ariquemes - Rondônia - Brasil

Política de privacidade e uso





 

Publicidade:::

 
 
 
Ariquemes Online