Rondônia, - 00:11

 

Você está no caderno - Rondônia
Ji-Paraná
Área para o 1º centro de prevenção do câncer de Rondônia recebe visita técnica
A Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital do Amor, que irá construir em Ji-Paraná, o primeiro Centro de Prevenção do Câncer e Reabilitação de...
Publicado Segunda-Feira, 2 de Dezembro de 2019, às 09:28 | Fonte Prefeitura de Ji-Paraná 0

 
 

Divulgação/ Internet

A Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital do Amor, que irá construir em Ji-Paraná, o primeiro Centro de Prevenção do Câncer e Reabilitação de Doenças Raras, realizou na manhã de hoje (29), uma visita técnica na área onde a obra será edificada.

A Construção já possui recursos garantidos no valor de R$ 30 milhões de emendas destinadas pela deputada federal Silvia Cristina, sendo R$ 20 milhões de suas emendas de bancada individuais e R$ 10 milhões de recursos extras, também garantidos pela deputada.

O centro será instalado numa área de 10.600 m², localizada próximo ao residencial Colina Park, no primeiro distrito. No local, serão atendidos pacientes de todo o Estado de Rondônia e até de outros Estados da Região Norte, com todos os tipos de exames e procedimentos preventivos para detectar a doença.

Já o centro de reabilitação será especializado em doenças raras, Acidente Vascular Cerebral (AVC), Câncer e outros traumas. Todo atendimento será gratuito.

Hoje, os engenheiros Marcelo Ferreira, Antônio Augusto e João Braga vistoriaram a área com a intenção de iniciar a elaboração do projeto.

A vistoria foi acompanhada pelo Prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto (PDT), pelo secretário municipal de obras e Serviços Públicos, Cleberson Littg Bruscke e pelo empresário, Luís Bernardi.

A Prefeitura de Ji-Paraná irá realizar a limpeza do local e a terraplanagem. O Prefeito Marcito determinou que a área seja preparada visando agilizar o andamento do projeto. “É um benefício importante para sociedade e a prefeitura irá fazer sua parte realizando todos os serviços de preparação do terreno e as delimitações das infraestruturas urbanas que forem necessárias”, enfatizou.

A Deputada Federal, Silvia Cristina (PDT), enfatizou que a construção deste centro só está sendo possível graças a união de forças de inúmeros colaboradores, ligados ao Poder Público e também à iniciativa privada.

Silvia Cristina, agradeceu especialmente ao empresário Luis Bernardi que doou a área e ao prefeito Marcito Pinto pelo apoio colocando as secretarias do município à disposição dos Técnicos do Hospital do Amor.

A deputada lembrou ainda que hoje Rondônia já possui tratamento sendo realizado em Porto Velho, porém, existe a necessidade de se ter um local especializado para realização dos procedimentos e exames para detectar a doença.  “Essa necessidade será suprida com a construção deste centro de diagnóstico, uma vez que todos esses procedimentos serão realizado em Ji-Paraná”, ressaltou Silvia.

 

Fonte: Ascom







Veja também em Rondônia


Vigilância Sanitária tem parceria para inclusão produtiva
Reunião do Comitê realizada nesta quinta-feira (5)...


Presidente Laerte Gomes defende inclusão de Rondônia em área livre de Febre Aftosa sem vacinação
Após 20 anos de dedicação, Estado está credenciado ao novo status mas depende de gestão política para sair do Bloco I ...


Campanha conscientiza sobre violência contra a mulher em Vilhena: CAM atende mais de 100 casos por mês
Prefeitura revela que Abrigo da Mulher deve abrir em dezembro, após mais de três anos de portas fechadas ...


Direito de ir e vir: prefeitura de Jaru constrói ponte e tira moradores do isolamento depois de 30 anos
Com recursos próprios, a prefeitura de Jaru está construindo uma ponte sobre o rio Mororó, na rua Américo Vespúcio, no Jardim Novo Estado...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News