Rondônia, - 16:53

 

Você está no caderno - Rondônia
Juíza manda bloquear R$ 2 milhões de empresa
Juíza manda bloquear R$ 2 milhões de empresa suspeita de fraudar cirurgias oftalmológicas em MT
No despacho, a Justiça atende a um pedido da própria empresa, que em decisão anterior teve R$ 6 milhões bloqueados pela Justiça, referentes a restos a receber
Publicado Terça-Feira, 10 de Setembro de 2019, às 18:21 | Fonte G1 MT 0

 
 

Foto: Marcelo Souza/ TVCA

Gaeco cumpriu mandados na SES-MT em setembro do ano passado

A Justiça de Mato Grosso determinou o bloqueio de R$ 2 milhões da empresa 20/20 Serviços Médicos S/S que é suspeita de fraude na execução de contrato firmado com o governo do estado e recebimento de valores por serviços não prestados na Caravana da Transformação.

Ao G1, a defesa da empresa -- que tem sede em Ribeirão Preto (SP) --, avaliou a decisão como positiva e um avanço, tendo em vista que "as alegações iniciais contra a empresa não foram provadas no autos".

A determinação é da juíza Célia Regina, da Vara Especializada de Ação Civil Pública e Ação Popular.

No despacho, a magistrada atende a um pedido da própria empresa, que em decisão anterior teve R$ 6 milhões bloqueados pela Justiça, referentes a restos a receber.

Na alegação, a defesa da empresa argumenta, porém, que houve excesso de bloqueio de seus bens, situação que “está tornando impossível o desenvolvimento de suas atividades e a própria existência da empresa”.

Segundo a 20/20 Serviços Médicos, teriam sido bloqueados bens móveis e ativos financeiros que ultrapassam os R$ 16 milhões.

“É certo que o valor da multa civil, a ser “em tese” aplicada, caso comprovada a prática de ato de improbidade administrativa, será definido na sentença, porém, neste momento processual, a garantia a ser obtida por meio da medida cautelar de indisponibilidade de bens pode ser limitada ao montante e pretendido no pedido inicial”, diz trecho da decisão.


Operação Catarata
Em setembro do ano passado, o Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu mandados de busca e apreensão na Secretaria Estadual de Saúde, em Cuiabá, e na sede da 20/20.

À época, o governo alegou que todas as todos os procedimentos realizados durante as edições da Caravana da Transformação foram pagos corretamente, negando qualquer irregularidade.

A caravana
O programa Caravana da Transformação foi implantado pelo governo de Mato Grosso em 2016, com a intenção de zerar as filas de cirurgias oftalmológicas em todo o estado. Foram 14 edições em dois anos.

Segundo informações divulgadas pelo próprio governo, foram realizadas 61 mil cirurgias de catarata, 8.237 de pterígio e 5.840 de yag laser.









Veja também em Rondônia


Seduc abre processo seletivo com 150 vagas para estágio em RO
Inscrições vão até o dia 30 de setembro e podem ser feitas pela internet. Selecionados vão atuar em escolas e unidades administrativas da secretaria...


Leilão arrecada quase R$ 1 milhão para o Hospital de Amor de RO
A solidariedade mais uma vez ficou evidenciada na população de Ariquemes, durante a 11ª edição do Leilão Direito de Viver, realizada.. ...


TJ/RO mantém condenação de trio denuncista da UNIR que espalhou mentiras sobre ex-reitora
Na apelação, os ofensores esqueceram de solicitar a diminuição do valor indenizatório como pedido alternativo, e, por conta disso, os desembargadores mantiveram o patamar estipulado em primeiro grau ...


Exigência de simulador para obter CNH deixa de valer no País
Medida está na Resolução 778, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que define mudanças no processo de formação de motoristas ...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News