Rondônia, - 16:38

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Hong Kong: manifestantes dizem que não basta anulação de projeto
Os protestos contra o governo prosseguem em Hong Kong, um dia depois do anúncio, feito pela chefe do Executivo...
Publicado Sexta-Feira, 6 de Setembro de 2019, às 10:50 | Fonte Agência Brasil 0

 
 

ATHIT PERAWONGMETHA

Os protestos contra o governo prosseguem em Hong Kong, um dia depois do anúncio, feito pela chefe do Executivo, Carrie Lam, do arquivamento definitivo do controvertido projeto de lei de extradição.

Nessa quinta-feira (5), a chefe do Executivo do território semiautônomo recebeu mais uma vez a mídia para pedir diálogo aos manifestantes. Carrie Lam afirmou: “Precisamos encontrar meios de resolver o descontentamento na sociedade e buscar soluções.”

Ela defendeu a decisão de arquivar o projeto, argumentando que atendeu a todas as reivindicações do movimento.

Lam concedeu a entrevista coletiva enquanto alguns alunos de escolas do segundo ciclo do fundamental e do ensino médio formavam uma corrente humana antes das aulas. Eles prometem se manter unidos e continuam a exigir do governo o atendimento de todas as suas demandas.

Mesmo após o anúncio feito por Lam de abandono do projeto, continuam os confrontos entre a polícia e manifestantes.

Desencadeador de meses de protestos, o projeto de lei de extradição autorizava o envio de acusados de crimes para julgamento na China continental. Contudo, os manifestantes também querem mudanças mais abrangentes, incluindo a renúncia da chefe do Executivo.

A imprensa de Hong Kong apresentou diferentes interpretações do anúncio de Carrie Lam. O jornal Ta Kung Pao, pró-China, afirmou que Lam ofereceu um ramo de oliveira, enquanto o The Apple Daily, crítico de Pequim, concluiu que a governante simplesmente retirou uma má legislação e ignorou mais quatro reivindicações fundamentais.

*Emissora pública de televisão do Japão

 

Edição: -









Veja também em INTERNACIONAL


Tunisinos votaram livremente na primeira volta das presidenciais, garante UE
A primeira volta das eleições presidenciais na Tunísia decorreu, asseguram os observadores da União Europeia, ''de forma pacífica e ordenada'' e os eleitores ''puderam exercer livremente os seus direitos cívicos'' ...


Eleições ou não? Rei de Espanha termina esta tarde consultas com os líderes partidários
Os líderes do Cidadãos, do PP e do PSOE são os três últimos nomes a reunir-se com Felipe VI, que comunicará posteriormente a decisão tomada. A realização de novas eleições parece ser o cenário mais provável ...


Migrações. Dois mortos e 14 desaparecidos em naufrágio ao largo da Tunísia
O porta-voz da Guarda Nacional, Houssameddine Jbabli, indicou à agência noticiosa Associated Press que as autoridades resgataram esta terça-feira nove......


Trump diz que há muitas opções para reagir ao ataque na Arábia Saudita
O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse que há várias opções para lidar com os ataques a instalações de petróleo na Arábia Saudita durante o fim de semana...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News