Rondônia, - 15:48

 

Você está no caderno - Rondônia
Acre anuncia construção do 2° Pronto Socorro
Enquanto RO sofre, Acre anuncia construção do 2° Pronto Socorro
Em sete meses, Governo do Acre concluiu hospital na capital, vai entregar uma UPA em Cruzeiro do Sul e um novo hospital no segundo distrito.
Publicado Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019, às 08:48 | Fonte Diário da Amazonia 0

 
 

Divulgação / Internet

Enquanto Rondônia sofre com a inércia do governo de Marcos Rocha (PSL) também na área de saúde, com seus hospitais sucateados e entulhados sem que o governo do estado tome uma atitude que vá além de medidas paliativas para resolver o problema do rondoniense que precisa de atendimento hospitalar de verdade, com apenas sete meses de governo, Gladson Cameli (PP), governador do Acre, anuncia a construção do segundo Pronto Socorro em Rio Branco.

Durante o programa “Fale com o Governador”, realizado na manhã desta segunda-feira (12), o governador  acriano fez um importante anúncio com relação a saúde pública do Acre. Segundo o gestor, o objetivo do governo será a construção de um Pronto-Socorro na região do Segundo Distrito da Capital.

“Será construído um PS no Segundo Distrito para desafogar o PS da capital”, declarou Cameli cogitando também, a criação de uma Unidade de Pronto Atendimento (Upa), ao lado do PS.

“Existe a possibilidade ainda de criarmos uma UPA ao lado do PS para resolvermos o problema de filas e superlotação”, salientou.

O Primeiro
O primeiro pronto Socorro do Governo Camelli foi entregue aos Acrianos no início deste mês de agosto. Após quase uma década em obras, o pronto-socorro de Rio Branco foi entregue no dia 06, depois de uma ação do governo do estado para concluir a obra que estava empacada no governo Viana (PT).

A população se aglomerou próximo ao hospital para acompanhar a cerimônia. Dez bolos, representando o tempo que a obra durou, foram enfileirados em cima de mesas em frente a unidade de saúde.

O governador Gladson Cameli afirmou, em discurso, que a entrega da unidade representa a possibilidade das pessoas terem uma atenção de qualidade para cuidar da saúde.

“Tenho a plena consciência que não estamos inaugurando apenas salas, andares, equipamentos e medicamentos. O que estamos fazendo aqui é mais do que dar um passo decisivo em direção ao atendimento de saúde que a nossa população precisa e merece. Estamos fazendo o resgate de mais de um compromisso assumido em campanha”, reafirmou.

Outras obras
Ainda no discurso, o governador acrescentou que vai inaugurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, no mês de setembro. A obra da unidade está atrasada há quase cinco ano e tem um orçamento de R$ 3,5 milhões.

“Em dezembro, vamos entregar o Into de Traumatologia pronto com 100% funcionando. Se não saiu ainda no Diário [Oficial], vai sair o concurso simplificado para contratar mais profissionais da saúde. Vou lutar todos os dias para que a gente não veja pessoas sofrendo com dor esperando um atendimento”, reforçou.

Atrasos
As obras no Hospital de Urgência e Emergência começaram em 2010, na administração de Binho Marques (PT), e tinham que ser entregues dois anos depois, em 2012. Porém, a reforma, orçada em R$ 20 milhões foi se estendendo e sendo alvo de muitas críticas.

Com estrutura já montada, o novo pronto-socorro seguia sem previsão para entrega. O governo da época, liderado também pelo petista Tião Viana, alegava falhas estruturais no projeto.

Tanto que, em agenda no Acre naquele ano, o ministro da Saúde, Roberto Barros, visitou a obra e disse que ela passaria por uma auditoria do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus). O objetivo, segundo ele, era identificar as falhas no projeto e os recursos que já foram enviados.

No mesmo ano, a Secretaria de Saúde do estado, o governo federal repassou somente R$ 400 mil para o pagamento da primeira medição. Após isso, a empresa contratada teria feito novas medições, mas o Ministério da Saúde não liberou recursos.

Já em abril deste ano, o Ministério Público decidiu abrir um inquérito civil para apurar o andamento da obra, inclusive, o gasto do valor já empregado no novo pronto-socorro. O documento, assinado pela promotora Myrna Mendoza, destacou ainda que a obra chegou a ser “inaugurada” na gestão anterior.

Quando em dezembro do ano passado, o governador inaugurou 33 novos leitos, no quarto andar do novo espaço, mesmo sem que a unidade estivesse funcionando. O anúncio foi feito no próprio site oficial do governo.

Por Redação
 







Veja também em Rondônia


Operação Proclamação da República: PRF aumenta fiscalização em rodovias de RO
A ação de fiscalização visa reduzir os acidentes de trânsito e a criminalidade nas rodovias federais durante o feriado prolongado...


Resultados dos concursos de Redação e da Bandeira Oficial da Assembleia são homologados; veja vencedores
Parlamentares enalteceram os trabalhos executados pelas comissões durante todo o processo para a realização dos concursos ...


Investigando falso médico que atuou em SP, PF cumpre mandados em cidades de RO
A Polícia Federal deflagrou hoje a Operação COCHABAMBAS, para cumprimento de sete mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva,.....


Educadores participam do Fórum Sebrae de Educação Empreendedora
Centenas de profissionais em educação de Rondônia participaram das rodadas de conversa, palestras e Talk Show ...

 
      

2019 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras
© 2007 - 2019 • Ernesto & Eugenio Comunicação

E-mail: [email protected]
Fone: (69) 9 9967-8787 (Operadora Oi - WhatsApp)
Porto Velho - Rondônia - Brasil

Política de privacidade e uso






 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News