Rondônia, - 03:49

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Notícias da Amazonia
Em missa, familiares lembram 10 anos da morte de Gilberto Mestrinho
Cerimônia religiosa foi celebrada Igreja Nossa Senhora de Lourdes, no Parque Dez, nesta sexta-feira (19)
Publicado Sábado, 20 de Julho de 2019, às 11:24 | Fonte A Crítica 0

 
 

Foto: Sandro Pereira

Em homenagem aos dez anos de falecimento do ex-governador e senador do Amazonas, Gilberto Mestrinho, familiares e amigos se reuniram na noite desta sexta-feira (19) em uma missa, realizada na Igreja Nossa Senhora de Lourdes, no Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus.

"É importante relembrar a importância que esse homem que foi o meu pai teve para todo o estado do Amazonas. Mesmo durante a época de chumbo da ditadura, ele conseguiu voltar a dar continuidade ao seu trabalho, como o homem de palavra que ele era", destacou João Tomé, filho do ex-governador.

Mestrinho morreu aos 81 anos de idade, na manhã de 19 de julho de 2009, no Hospital Prontocord, na Zona Sul de Manaus. Uma infecção nos rins e problemas provenientes de câncer nos pulmões o mantinha no local desde o dia 3 do mesmo mês. Após ter apresentado melhora nos quadros clínicos, sofreu uma parada cardíaca um dia depois e não resistiu.

Segundo João, um dos grandes diferenciais de Gilberto Mestrinho estava na sua visão conciliadora. Para o filho do político, em uma época onde ser de esquerda ou de direita torna pessoas inimigas, uma visão de centro faria bem para a democracia.

"Ele [Mestrinho] foi um democrata que verdadeiramente exerceu a democracia em seus mandatos, coisa que infelizmente se carece hoje em dia. O respeito às opiniões contrárias se perdeu nos dias atuais e, para que a democracia seja forte em um país, é preciso saber escutar a opinião do outro. Isso não é coisa de um lado político ou de outro, mas sim o que faz a democracia funcionar", afirmou.

"Reconquistar a democracia não era tão difícil. Já exercer a democracia era dificultoso, e ele o fazia. Sempre muito apaixonado pelo Amazonas, sonhava que o estado um dia venha a carregar o país nas costas", disse João Tomé. Emocionado ao lembrar do pai, ele destacou o que considera como o maior legado de Mestrinho: "Respeito pelo ser humano".

Investimento no interior foi legado

Nascido em Manaus no dia 23 de fevereiro de 1928, Gilberto Mestrinho teve o início de sua vida política atuando como prefeito da capital amazonense na década de 1950 (1956 a 1958), sendo também governador do Amazonas por três vezes (1959 a 1963; 1983 a 1987 e 1991 a 1995), além de ter sido senador no período de 1999 a 2007.

Conforme Miguel Capobiano, sobrinho de Mestrinho e secretário do MDB no Amazonas, um dos principais legados do ex-governador foi o investimento nos municípios do interior do estado.

"Não podemos esquecer a importância que o Gilberto teve não só para a política manauara, mas principalmente para o interior do Amazonas. Ele entendia que sem o desenvolvimento do interior, os municípios iriam se esvaziar cada vez mais. Portanto, ele fez o possível para dar condição de vida para o povo interiorano", comentou.

PEDRO SOUSA







Veja também em Notícias da Amazônia


Força-Tarefa de Intervenção fica em presídio de RR por mais 60 dias
Grupo atua na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo desde o ano passado; governo pediu prorrogação para garantir segurança em presídio...


Procurador de Justiça do Pará diz que problema da escravidão no Brasil foi porque índio não gosta de trabalhar
Em áudio vazado, procurador Ricardo Albuquerque diz não acreditar que há dívida para reparar com a população quilombola, já que 'nenhum de nós tem navio......


Polícia prende 18 homens em operação de combate à violência contra mulher em RR
Todos os investigados estavam com mandados de prisões decretados pela Justiça. Operação Marias ocorreu em Boa Vista, Bonfim, Cantá e Caracaraí; um dos homens foi preso no Rio Grande do Sul...


Alejandro foi indiciado sem provas e defesa vê perseguição política
Advogados citam perseguição política e dizem que polícia tenta manobrar opinião pública contra o enteado do prefeito Arthur Neto. Defesa pediu abertura de processo contra fake news e vazamentos seletivos ...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News