Rondônia, - 18:50

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Tributo do Google a cientista da Nasa tem mais de 100 mil espelhos
A cientista foi responsável por liderar o desenvolvimento do software utilizado na missão Apollo 11
Publicado Sábado, 20 de Julho de 2019, às 11:07 | Fonte Olhar Digital 0

 
 

 


Com o aniversário do pouso na Lua aproximando-se, o Google decidiu homenager uma peça chave do programa Apollo: a cientista Margaret Hamilton.

Margaret foi responsável por liderar a equipe que desenvolveu o software de voo a bordo de todas as missões tripuladas da NASA. A homenagem foi criada utilizando mais de 107 mil espelhos de uma usina de energia solar, que foram posicionados para refletir a luz da Lua e formar a imagem da cientista.

O resultado é um retrato de 1,4 km² na Ivanpah Solar Facility, no Deserto de Mojave. Para se ter uma ideia, o tributo é maior que o Central Park em Nova York. O Google também mostrou um infográfico que indica que caberiam mais de 200 torres Eiffel no espaço.

Margaret liderava a equipe de desenvolvimento de software para as missões Apollo. A cientista diferenciava-se dos outros por sempre pensar: "E se algo que você nunca pensou que aconteceria acontecesse?". Assim ela desenvolvia os programas prontos para imprevistos.

Ela adquiriu essa forma de pensar quando sua filha Lauren brincava no simulador e sem querer acionou o botão de pré-lançamento, enquanto a "missão" estava em pleno vôo. Apesar do erro ter sido cometido por uma criança, ela considerou: "E se um astronauta fizesse a mesma coisa durante uma missão real?".

Sua mentalidade "e se" foi crucial em todas as missões da Apollo, onde o software teve que funcionar perfeitamente. Vale lembrar, inclusive, que isso acontecia numa época em que a engenharia de software literalmente não existia ainda - a própria Margaret cunhou a frase "engenharia de software" enquanto trabalhava na Apollo.

A precaução foi especialmente importante na missão Apollo 11, quando o sistema ficou sobrecarregado de tarefas e passou por uma série de reinicializações, acionando alarmes que poderiam fazer com que o pouso fosse abortado. Mas o software da equipe era confiável, e um sistema de priorização de tarefas (que Margaret criou e lutou para incluir) deixou os astronautas e o Controle da Missão saberem com o que estavam lidando. Por essa razão, Neil Armstrong conseguiu dar o seu primeiro passo na Lua.

O Google explica a homenagem em um post oficial.

"Por ser pioneira no campo da engenharia de software. Um campo que mudou o nosso mundo.

Por nos lembrar de pensar sempre no usuário e continuar nos esforçando para tornar o software mais confiável e mais útil para eles.

Por nos inspirar a todos a fazer fotos de lua, mostrando-nos o que é possível quando você trabalha incansavelmente com eles, e demonstrando o que a magia pode vir quando você permite que a perspectiva de uma criança mude a maneira como você pensa sobre o mundo"

Fonte: Google







Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Instagram pedirá data de nascimento para impedir acesso de menores
Novos usuários terão que confirmar que têm pelo menos 13 anos para poder ter um perfil na rede social ...


Como transmitir conteúdos do Android para a TV
Uma das principais maneiras de visualizar os conteúdos do seu Android em uma TV é espelhando a tela do dispositivo,.....


Criadores de Pokémon Go anunciam óculos para enxergar os monstrinhos
Os óculos de realidade aumentada irão projetar os personagens do jogo no mundo real ...


Disney avisa: luzes piscantes de novo Star Wars podem causar convulsões
O Walt Disney Studios e a Epilepsy Foundation publicaram nesta sexta-feira (6) um aviso a respeito de Star Wars: Episódio IX......

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News