Rondônia, - 14:53

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Troca de embriões: mulher dá à luz gémeos que não lhe pertencem e tem de os entregar aos pais
Clínica CHA Fertility, de Los Angeles, trocou embriões entre três famílias. “A clínica roubou-me a possibilidade de transportar o meu filho, de estar...
Publicado Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, às 11:40 | Fonte Expresso – Portugal 0

 
 

BSIP

Depois de seis anos a tentar engravidar e de um processo de fecundação in vitro numa clínica em Los Angeles, em março uma mulher deu à luz a um casal de gémeos. Mas algo não estava bem, as ecografias já o denunciavam: o casal esperava dois rapazes quando era suposto terem duas meninas. Depois de testes ADN, o casal ficou a saber que os dois bebés não tinham qualquer relação com a mãe, pai ou sequer entre si, conta a BBC. Pertenciam a outros dadores, resultado de uma troca de embriões por parte da clínica CHA Fertility, que agora enfrenta um processo legal. E o caso não se esgota no caso de AP e YZ, a forma como o casal foi identificado no processo judicial.

Em simultâneo, Anni e Ashot Manukyan travavam a mesma batalha, queriam dar um irmão à filha que já tinham. Em agosto, conta a CNN, a clínica transferiu dois embriões para o útero de Anni. A gravidez nunca chegou e, mais tarde, os Manukyan haveriam de descobrir que os embriões que Anni transportara nem sequer eram os seus. Por erro da clínica, o seu bebé biológico nascera no último dia de março, era um dos gémeos de AP e YZ.

“A CHA roubou-me a possibilidade de transportar o meu filho, de estar com ele nos seus primeiros momentos, cuidar dele, de estar pele com pele com ele. Simplesmente de ser uma mãe para ele”, atirou Anni, que acusa a clínica de ter “brincado com três famílias”. E o caso seguiu para tribunal.

Decidido ficou que AP e YZ teriam de entregar os gémeos aos pais biológicos, algo que já aconteceu. Cumpridos os nove meses da gravidez, o casal ficava sem qualquer filho, que eventualmente estaria num dos úteros das outras mulheres que não conseguiram engravidar, como foi o caso de Anni. AP e YZ apresentaram há alguns dias um processo contra a clínica, conta o jornal "The Guardian". AP, a mulher que viveu este pesadelo, está ainda a receber apoio psicológico.

“Quem quer conhecer o seu filho num lobby de um hotel? Foi de partir o coração, foi terrível”, desabafou Anni após reencontro com a criança. “E como fica a outra mulher [que deu à luz os gémeos]? O que estará a passar? Graças a Deus temos o nosso filho de volta mas ela acabou sem qualquer filho. (...) Estou eternamente grata por ela ter transportado o meu bebé e tomado conta dele, até depois do nascimento. É uma mulher maravilhosa e rezo por ela todos os dias. Deus vai dar-lhe os seus bonitos bebés um dia. Ela merece isso.”

Anni Manukyan informou ainda que a clínica não sabe o paradeiro, digamos assim, do seu segundo embrião, temendo que possa desenvolver-se e nascer num corpo de outra mulher.

A clínica ainda não reagiu publicamente ao caso que envolve estas três famílias.

EXPRESSO
 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em INTERNACIONAL


Renuncia embaixador do Reino Unido nos Estados Unidos
A renúncia ocorreu depois de polêmica sobre vazamentos ...


Países europeus pedem reunião urgente sobre o Irã
Eles acusam o Irã de ser incosistente com seus compromissos ...


Negociadores de China e EUA retomam conversas, diz comunicado
Eles tentam resolver disputa comercial ...


Pedro Sánchez pode avançar para governo minoritário: PSOE aprovou documento por unanimidade
O PSOE aprovou por unanimidade um documento que vai permitir ao primeiro-ministro avançar para um governo apenas socialista. Partido vai negociar apoio parlamentar com a Unidas Podemos....

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News