Rondônia, - 14:13

 

Você está no caderno - Rondônia
crimes na internet
Jaqueline Cassol propõe pena mais rígida para quem cometer crimes na internet
Parlamentar quer tipificação penal ao internauta que espalhar Fake News e conteúdo que provoque danos físicos ou psicológicos
Publicado Terça-Feira, 9 de Julho de 2019, às 11:14 | Fonte Jaqueline Fonseca - Assessoria de Comunicação 0

 
 

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO), vice-líder do Progressistas na Câmara dos Deputados, protocolou projeto de lei que busca tornar mais rígidas as penas para os crimes cometidos na internet. A parlamentar propõe, também, a criação de penas específicas para quem criar ou disseminar informações falsas ou materiais com potencial de causar danos à integridade física, psíquica ou moral.

Para pedir o aumento da pena, em um terço para crimes contra a honra cometidos na internet, a parlamentar se baseia, entre outros itens, na repercussão avassaladora que boatos podem ganhar ao serem expostos na internet. “Algumas pessoas são levadas à atentar contra si, por causa da dimensão que uma informação falsa pode tomar”, disse Jaqueline Cassol.

A deputada também requer a criação de penas específicas para quem criar ou espalhar Fake News, ou conteúdo nocivo à integridade física, psíquica ou moral, além da responsabilização dos provedores de internet sobre o conteúdo publicado. O texto foi elaborado após o surgimento de vídeos que induziam crianças ao suicídio e automutilação, no começo deste ano. “Existem campanhas, altamente nocivas, especialmente para as crianças, que são levadas a promover autolesões e algumas vezes até atentar contra a própria vida. É dificil entender a motivação desse tipo de atividade, mas certamente, quem exibe conteúdo dessa natureza deve ser penalizado”, destacou a deputada Jaqueline Cassol.

O texto também cria dispositivos de proteção para consumidor, uma vez que, pede o aumento de pena para responsáveis por páginas maliciosas que vendem produtos que não são entregues, ou simulam a venda para roubar dados.

O Projeto de Lei 3857/2019 foi protocolado no começo de julho e está em análise pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Rondônia


Inicia nesta quarta-feira força-tarefa para realizar mais de 2,4 mil cirurgias de catarata em Rondônia
Em todo o estado de Rondônia, de acordo com dados do Sistema de Regulação do (Sisreg) existem aguardando para realização de cirurgia de catarata......


Envelopes do Chamamento Público para o transporte escolar fluvial serão abertos nesta quarta-feira
Os envelopes com as propostas das empresas para atender ao chamamento público para empresas de todo território nacional para o transporte fluvial......


Presidente Laerte Gomes defende uso de colete balístico durante período de folga de agentes da segurança pública
 O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) indicou ao Poder Executivo, através da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania......


Sine oferece 68 vagas de emprego nesta quinta-feira, 11, em Cacoal, RO
Há oportunidades para representante comercial e eletrotécnico. Órgão funciona das 7h30 às 13h30. ...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News