Rondônia, - 01:52

 

Você está no caderno - Notícias da Justiça e do Direito
título eleitoral cancelado em Rondônia
Mais de 32 mil eleitores podem ter seu título eleitoral cancelado em Rondônia
As relações dos eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições estão disponíveis nos cartórios eleitorais
Publicado Segunda-Feira, 29 de Abril de 2019, às 17:29 | Fonte Seção de Comunicação Social do TRE-RO 0

 
 

No dia 20 de fevereiro de 2019, a Justiça Eleitoral disponibilizou, nas zonas eleitorais, a relação dos eleitores ausentes nas três últimas eleições. Tais cidadãos estão passíveis de cancelamento do título eleitoral, sendo cada turno de votação considerado uma eleição para fins dessa irregularidade eleitoral.

 

O eleitor que está com o seu nome na relação deve comparecer ao cartório eleitoral até o dia 6 de maio de 2019, no horário de expediente (11 às 18h), para verificar e regularizar sua situação cadastral.

 

Os prazos para execução dos procedimentos relativos ao cancelamento dos títulos eleitorais, bem como para a regularização da situação dos eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições, constam do Provimento nº 2/2019, da Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral.

 

Do dia 17 a 20 de maio de 2019, a Justiça Eleitoral realizará o cancelamento automático das inscrições dos eleitores que não regularizarem sua situação.Para conseguir regularizar sua situação eleitoral, o cidadão deverá portar os seguintes documentos:

 

·Documento oficial com foto que comprove sua identidade;

·Título eleitoral ou e-título;

·Comprovantes de votação;

·Comprovantes de justificativa eleitoral;

·Comprovantes de recolhimento de multa ou dispensa de recolhimento.

 

Impedimentos aos eleitores que não regularizarem a situação

Conforme previsto no parágrafo 1º, do artigo 7º, da Lei nº 4.737/1965 (Código Eleitoral), enquanto não regularizar sua situação junto à Justiça Eleitoral, o eleitor estará impedido de:

 

·Obter passaporte ou carteira de identidade;

·Receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como de fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço público delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição;

·Participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal, dos municípios ou das respectivas autarquias;

·Obter empréstimos nas autarquias, nas sociedades de economia mista, nas caixas econômicas federais e estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe, e com essas entidades celebrar contratos;

·Inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, e neles ser investido ou empossado;

·Renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo;

·Praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda;

·Obter certidão de quitação eleitoral, conforme disciplina a Resolução-TSE nº 21.823/2004;

·Obter qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.









ADS NEWS 5

Veja também em Notícias da Justiça e do Direito


MP promove ciclo de palestras sobre Segurança Institucional no dia 20 de agosto
O Ministério Público de Rondônia realizará, no dia 20 de agosto, na sede da Instituição, em Porto Velho, um ciclo de palestras sobre ‘Segurança e Proteção Institucional’, como parte da programação alusiva à Semana de Segurança. ...


Abertas inscrições para o seminário sobre Estudos Avançados em Contabilidade Pública nos Tribunais de Contas
O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO), por meio da Escola Superior de Contas (Escon), realizará em seu auditório, no dia 8 de outubro, das 8h às 12h e das 14h às 18h, o seminário “Estudos Avançados em Contabilidade Pública nos Tribunais de Contas...


Reunião com a presidente do STF sobre Cadastro nacional de Presos
O Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Estado de Rondônia, Airton Pedro Marin Filho, participou na tarde de segunda-feira (20/08) da reunião do colegiado do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG)  com a presidente do Suprem...


Promotoria de Tartarugalzinho conclui serviços para tramitação 100% eletrônica de processos
...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News