Rondônia, - 00:39

 

Você está no caderno - Artigos
Atenção produtores culturais
Atenção produtores culturais que militam no estado de Rondônia!
Atenção produtores culturais que militam no estado de Rondônia: Está aberto o chamamento público para a disponibilização dos Teatros..
Publicado Quarta-Feira, 24 de Abril de 2019, às 11:02 | Fonte Silvio Santos 0

 
 

 

Atenção produtores culturais que militam no estado de Rondônia: Está aberto o chamamento público para a disponibilização dos Teatros Guaporé e Belas Artes, Museu da Memória Rondoniense, e Casa de Cultura Ivan Marrocos, em Porto Velho.
***********
Os editais foram lançados pela Fundação Cultural do Estado de Rondônia (Funcer), órgão responsável pelas unidades.
************
Um dos editais é direcionado para os teatros, com R$ 200 mil previstos para a ocupação de 30 atividades, sendo 10 de música, 10 de dança e 10 artes cênicas.
************
Para cada pessoa física ou jurídica que tiver o projeto selecionado de música ou dança, será destinado o valor de R$ 5 mil. Para as iniciativas teatrais, cada projeto receberá o incentivo de R$ 10 mil.
************
Já para o museu, para as três iniciativas aceitas, cada projeto receberá R$ 30 mil, totalizando R$ 90 mil para as exposições que as entidades ou pessoas físicas tenham a apresentar.
************
Outros R$ 50 mil vão para as atividades de museu de projetos que serão aprovados pelo Conselho.
***********
Para inscrever os projetos, os artistas ou entidades devem ser cadastrados na Funcer. Os editais estão disponíveis na página da Funcer.
************
Está disponível também o edital para a Casa de Cultura Ivan Marrocos, onde não mais por agendamento, mas por apresentação e inscrição de projeto, os artistas poderão organizar as exposições na galeria da casa.
************
As propostas devem ser enviadas pelo site do Sap Cultural, (texto Vanessa Farias – Secom)
************
Por falar em apoio cultural, o Ministério da Cidadania através da Secretaria Especial da Cultura apresentou a Normativa que acaba com a denominação Lei Rouanet e passa a ser apenas Lei de Incentivo a Cultura.
***********
O bom desse novo modelo de Lei de Incentivo a Cultura é que as estatais serão aconselhadas a atender os Projetos aprovados para a região onde elas (estatais) mantem suas agencias.
***********
Creio que assim, os produtores culturais de Rondônia terão a oportunidade de ver seus Projetos aprovados, com a garantia da captação de recursos.
***********
No modelo antigo, não tenho noticia de nenhum Projeto aprovado cujo proponente fosse de Rondônia, conseguiu captar os recursos aprovados pelo Conselho da Lei Rouanet.

***********
Sempre que os produtores culturais de Rondônia apresentavam a aprovação e o valor aprovado pelos pareceristas da Lei Rouanet sempre recebiam a respostas dos Diretores Gerentes das empresas que eles não tinham poder para liberar recursos para aquele tipo de Projeto e que tinham que consultar a MATRIZ.

**********
Geralmente a MATRIZ dessas empresas ficavam ou ficam no Sudeste nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, após alguns dias esperando a resposta da MATRIZ chegava a respostas dizendo que a empresa havia dado preferencia em atender Projetos através da Lei Rouanet aprovados para Grupos de São Paulo e Rio.
**********
A nova nomenclatura da Lei de Incentivo a Cultura que deve ser publicada no Diário Oficial da União ainda esta semana, garante que as estatais têm que atender os Projetos das cidades e região onde a agencias estão instaladas.
**********
Podemos arriscar em dizer que nossos produtores culturais, vão ter a oportunidade de captar recursos junto ao Banco do Brasil; Caixa Econômica Federal e BASA além da Eletrobrás, Usinas Hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau.
***********
Não sei a opinião de atores e produtores culturais de Rondônia como Chicão Santos do grupo O Imaginário, Giovane Berno do Raízes do Porto, da diretoria da Federon e diretoria da Federação das Escolas de Samba – FESEC.
***********
O que precisamos é produzir Projetos Culturais em tudo que segmento e apresentar na Secretaria da Cultura do Ministério da Cidadania. A hora é essa produtores culturais de Rondônia.

 









ADS NEWS 5

Veja também em Artigos


O contexto migratório
O contexto migratório Desde que frei Gaspar de Carvajal escreveu os primeiros registros sobre a Amazônia a região nunca mais deixou de.....


Evitar os vices diabólicos
Como é difícil a escolha de vices. Não é a toa que os governadoraveis estão quebrando a cuca na busca de um vice que pelo menos não.....


A utopia realizável
Novas e sensacionais revelações desvendam no dia a dia os segredos mais resistentes da floresta. A primeira lição que as descobertas.....


A violência já atinge a cracolândia da capital
A onda de violência que atinge a periferia de Porto Velho começa a migrar com maior frequência no ambiente habitado pelos mendigos e.....

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News