Rondônia, - 12:19

 

Você está no caderno - Rondônia
abusos da energisa
Energisa chega em Rondônia causando demissão
Segundo ela, perto de 70 servidores terceirizados da Call Tecnologia, que venceu a licitação no início de 2018 para execução do trabalho, serão provavelmente demitidos nos próximos 30 dias.
Publicado Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, às 10:58 | Fonte da Redação 0

  
 
 

Mais uma da Energisa: o call center instalado em Porto Velho pela antiga Eletrobrás - Distribuição Rondônia, por sucessivas reclamações dos usuários, Procon e até a decisiva intervenção do Ministério Público pode ser desativado, segundo denúncia de uma servidora que prefere não se identificar pelo receio de retaliações.

Segundo ela, perto de 70 servidores terceirizados da Call Tecnologia, que venceu a licitação no início de 2018 para execução do trabalho, serão provavelmente demitidos nos próximos 30 dias. Todo o atendimento ao consumidor passa a ser centralizado pela Energisa Multiserviços, que vai concentrar o atendimento a todas as 11 empresas distribuidoras de energia do grupo.

 

A Ceron nega, mas se isso se confirmar, significa que você, rondoniense, poderá ser ouvido em sua reclamação por alguém que não tem a menor ideia do que possa vir a ser a realidade amazônica, nem sabe coisa alguma sobre a garfada de 27% aplicada sobre as contas de energia locais.

 

Situação que, aparentemente, ficará por isso mesmo, não importa quantos empresários sejam obrigados a fechar as portas e incorporar multidões às filas dos desempregados, por absoluta incapacidade de arcar com os custos da energia. O nível de preocupação da Energisa em relação ao à clientela rondoniense se aproxima do menoscabo absoluto.

 

E mais: quem sobreviver a essa verdadeira garfada terá que repassar o pesado custo adicional ao consumidor final, conforme já está acontecendo em diversos segmentos da economia. Com isso, o custo de vida sobe a níveis estratosféricos. E Rondônia, que superou com dificuldade a situação caótica na qual sucumbiu a maioria dos estados brasileiros, acaba de criar a própria recessão, com desemprego nas alturas, consumo em baixa, queda gravíssima na arrecadação, atraso na folha do governo e todos os efeitos dramáticos que disso decorrem.

 

Que ninguém se surpreenda, na opinião da funcionária preocupada com o futuro de suas atividades profissionais na empresa, se em pouco tempo o ser humano for substituído no Call Canter pela sensibilidade dos programas de inteligência artificial. A mesma sensibilidade, aliás, que permite à empresa aplicar sucessivas voltas a mais no parafuso, sem atentar para o risco da rosca espanar. Parece escapar ao raciocínio algorítmico da Energisa que o faturamento da empresa cai na razão direta da queda na produção e no emprego.

 

As informações são do Blog do Cha - Carlos Henrique.







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Rondônia


Representantes do Singeperon e Fenaspen são proibidos de adentrarem no presídio 470
A presidente do Singeperon juntamente com os representantes da Fenaspen foram realizar uma vistoria na unidade, mas infelizmente seus direitos...


Vídeo ''festa dos ratos'' no maior hospital público de Rondônia
Vídeo foi compartilhado em redes sociais. Secretário da Sesau informou que o vídeo foi gravado onde fica o lixo e que medidas foram tomadas para eliminar os roedores da ala do hospital....


Governador diz que RO deve R$ 400 milhões e descarta reajuste salarial
O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, recebeu na manhã desta segunda-feira (18) a visita do presidente da Federação Sindical Nacional de Servidores Penitenciários (Fenaspen), Fernando Ferreira de Anunciação...


Laerte Gomes participa do 1º Workshop Rondônia Competitiva
Parlamentar destacou a força da política no desenvolvimento econômico do Estado...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News