Rondônia, - 22:36

 

Você está no caderno - Porto Velho
transposição
Léo Moraes cobra Ministério da Economia e TCU sobre transposição
Em Rondônia, 1,5 mil servidores ainda aguardam o resultado da transposição
Publicado Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, às 08:40 | Fonte da Redação 0

 
 

Na última terça-feira (12), o deputado federal Léo Moraes debateu com o Ministério da Economia e com o Tribunal de Contas da União (TCU) sobre a retomada do processo de transposição dos servidores estaduais de Rondônia para a folha de pagamento da União.

 

De acordo com o deputado, a discussão foi produtiva, uma vez que nenhum dos dois órgãos considerou que a Emenda Constitucional 60, que rege sobre o processo da transposição, não possuem irregularidades que justificariam a paralisação. "É possível enxergarmos uma retomada do processo, já que eles reconheceram que os servidores que estão sob a EC 60 não possuem nenhum tipo de suspeição e nem foram alvos de fiscalização. Pretendemos retomar a transposição o quanto antes".

 

De acordo com o ministro do TCU, Vital do Rêgo, o assunto será levado ao plenário do tribunal o mais rápido possível. "Realizamos um levantamento de dados para retorno do processo ao gabinete. Me comprometi a acelerar esse processo, terminar em tempo regimental, justo, mas absolutamente prioritário. Há uma expectativa de que essa coleta siga o ritmo que pudemos determinar, e teremos, com certeza, um novo convite a todos para que compareçam à reunião plenária".

 

Léo Moraes ressaltou que, apesar de outros estados também passarem pelo mesmo procedimento, Rondônia não deve ser esquecida. "Não queremos mais nem menos que os outros estados. Queremos o mesmo tratamento para Rondônia, e que nenhum decreto deixe de lado os servidores do estado. Os estados de Roraima e Amapá possuem um índice de transposição de servidores muito maior do que nós, em Rondônia, temos. Queremos direitos iguais para todos".

 

Em 23 de janeiro, o TCU suspendeu o processo de transposição previsto pela EC 98, de 2017, que também projetava a mudança para servidores dos estados do Amapá e Roraima. A justificativa, segundo o tribunal, é de que aumentou consideravelmente o número de servidores para a transposição e de que eles foram nomeados sem a realização de concurso público. Em Rondônia, 1,5 mil servidores ainda aguardam o resultado da transposição.







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Porto Velho


Publicado edital das eleições para Conselheiros Tutelares de Porto Velho
O Edital nº 1/2019 contendo as regras para o 2º Processo de Escolha Unificada dos Conselheiros Tutelares do município de Porto Velho, gestão 2020/2023, foi publicado no Diário Oficial Municipal desta última quinta-feira (15/5), págs. 166-170....


Após dez anos, escola Khrys Damaris ganha cobertura de pátio
Atividades esportivas e culturais agora terão espaço adequado...


Passeio de litorina será inaugurado nesse próximo dia 24
Os passageiros poderão revisitar a memória da capital passando por prédios históricos...


Secretários municipais de saúde se reúnem com deputados estaduais
Na pauta de reivindicações o Cosems a descentralização dos serviços de saúde....

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News