Rondônia, - 12:20

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
bactéria Salmonella nos frangos da brf
BRF vai recolher quase 165 toneladas de frango em todo o Brasil
A carne foi produzida nos dias 30 de outubro de 2018 e 05, 06, 07, 09, 10 e 12 de novembro de 2018 na unidade de Dourados (MS). O recolhimento do produto ocorre “em decorrência de possível presença de bactéria Salmonella enteritidis”.
Publicado Quarta-Feira, 13 de Fevereiro de 2019, às 11:19 | Fonte da Redação 0

  
 
 

Tereré News

O recolhimento do produto ocorre “em decorrência de possível presença de bactéria Salmonella enteritidis”.

A BRF anunciou campanha de recolhimento de aproximadamente 164,7 toneladas de carne de frango in natura destinadas ao mercado doméstico e a retirada preventiva de aproximadamente 299,6 toneladas destinadas ao mercado internacional, segundo comunicado ao mercado, totalizando 464,3 toneladas.

 

 

A carne foi produzida nos dias 30 de outubro de 2018 e 05, 06, 07, 09, 10 e 12 de novembro de 2018 na unidade de Dourados (MS). O recolhimento do produto ocorre “em decorrência de possível presença de bactéria Salmonella enteritidis”.

 

 

A BRF informou que destacou um grupo de especialistas para investigar as origens deste único caso para garantir a adoção das medidas apropriadas para evitar recorrência. O caso e o recolhimento de produtos foram formalmente reportados para as autoridades brasileiras, entre elas, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA, tendo acordado com esta última as bases do recolhimento voluntário.

 

 

A “Bactéria Salmonella não resiste ao tratamento com calor, ou seja, os processos tradicionais de cozimento são suficientes para eliminar qualquer potencial perigo causado pela presença da bactéria”, disse a companhia.

 

 

O Itaú BBA ressalta em nota que esta é uma notícia negativa para a BRF, ainda que o volume total seja insignificante (0,03% do mercado interno e 0,02% do mercado internacional). Isso porque mostra que a BRF ainda tem problemas de salmonela que levam anos para ser resolvidos, enquanto que lguns mercados de exportação (como a Europa) têm quase zero tolerância à presença de salmonelas, o que dificulta a retomada das exportações. Por outro lado, a maneira como a companhia agiu foi a melhor possível nesse cenário: "a longo prazo, é provável que ajude a empresa a recuperar a imagem de controle de qualidade", afirmam os analsitas do banco.

 

As informações são do Infomoney.

 

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Rondônia registra mais de 700 casos de tuberculose
De acordo com a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Rondônia registrou mais de 700 casos da doença, ainda nesse mês de março uma campanha vai ser realizada com foco na redução do abandono ao tratamento da doença....


Judicialização na saúde sobe 130% no país em uma década
Ações cobram do SUS e de planos de saúde novos remédios, procedimentos complexos, leitos e consultas, afirma estudo...


Confira dicas para amenizar a ressaca antes, durante e depois do Carnaval
Mas para diminuir os efeitos da ressaca, a nutricionista do Prezunic, Leusimar Nunes, preparou uma lista de alimentos que ajudam a aproveitar o melhor da festa, do início ao fim. ...


Hospital Regional de Cacoal atende pacientes de 40 municípios rondonienses e de outros estados
A unidade atende pacientes de Cacoal e de municípios da região. Exemplo desta regionalização está na Zona da Mata, onde dez municípios ...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News