Rondônia, - 06:37

 

Você está no caderno - Esportes
ufc-234
UFC 234: Quero continuar fazendo história, diz Anderson Silva
Depois de quase dois anos parado, Anderson Silva volta ao octógono no UFC 234, neste sábado (9)
Publicado Sábado, 9 de Fevereiro de 2019, às 21:43 | Fonte Tereré News - Portal de Notícias do Mato Grosso do Sul 0

  
 
 

Depois de quase dois anos parado, Anderson Silva volta ao octógono no UFC 234, neste sábado (9), para enfrentar Israel Adesanya e continuar fazendo história. 

O esporte de alto rendimento é para poucos atletas, mas Anderson Silva pode se orgulhar de dizer que faz parte desse seleto grupo. E ainda mais, ele é um dos poucos que segue lutando em alto nível contra jovens atletas mesmo aos 43 anos - fará 44 anos em abril. Mas qual o segredo para continuar treinando todos os dias, superar as lesões, fazer uma dieta regrada e passar por todos os obstáculos de uma vida de atleta? O Spider tem a resposta na ponta da língua: a paixão pela luta. 

 

 

Para entender essa paixão é preciso saber um pouco de como está o clima de Anderson Silva para sua luta contra Israel Adesanya no UFC 234, neste sábado (9). Na Austrália há mais de dez dias para se adaptar ao fuso-horário, o ex-campeão está cercado de amigos e treinadores que o acompanham há bastante tempo e faz questão de quase todos os dias caminhar pelos arredores do hotel para conversar com desconhecidos, tirar fotos com fãs e conhecer a cidade. Basicamente, há quem diga que essas caminhadas servem para ele ir absorvendo energia positiva de todos que o cercam. 

Se isso for verdade, a estratégia está dando certo. Na segunda-feira, em um passeio até uma loja de brinquedo, Anderson tirou mais de dez fotos com curiosos, gravou vídeo no celular de outro brasileiro que passava pelo local e voltou para o hotel feliz da vida para arrumar as coisas e partir para mais um treino. O segundo treino dia, como ele mesmo fala, "só para matar a vontade". Quando pisar no octógono sábado, domingo aqui na Austrália, ele estará escrevendo mais um capítulo da sua história e aproveitando para fazer aquilo que sempre disse que mais gosta de fazer. 

 

 

"A primeira coisa a fazer é gostar do que você faz, aí depois você precisa acreditar naquilo que você faz. É aí que surge toda essa energia boa, é por isso que a luta faz o meu coração pulsar. Não estou para provar nada, essa fase já passou, estou tentando fazer o meu melhor naquilo que eu fiz a minha vida inteira. Dentro do octógono eu tenho que expressar toda a minha verdade", confidenciou Anderson Silva.

 

 

Questionado diversas vezes quando pretende parar de lutar profissionalmente, Anderson Silva sempre diz que ainda não sabe quando isso vai acontecer. Mas que só irá anunciar a aposentaria uma vez, não voltará atrás da sua decisão. Ele, inclusive, já teve uma excelente oportunidade para pendurar as luvas, mas surpreendeu mais uma vez e voltou para o octógono. 

O ano era 2013, em Las Vegas, e Anderson Silva tentava recuperar o cinturão dos médios contra Chris Weidman – que o tinha derrotado por nocaute alguns meses antes. O brasileiro teve a infelicidade de quebrar a perna em um chute e ficou com uma fratura exposta dentro do octógono. Muita gente falava que ele nunca mais voltaria a lutar, mas isso nunca passou pela sua cabeça. Sabe porque? Simples, porque ele ama o esporte. E sente falta até das coisas que está sempre reclamando na semana dos eventos.  

 

 

“Estava sentindo falta de tudo isso que a gente vive, as sensações de estar de volta são boas. Estou no momento final do corte de peso, nunca tive problemas com a balança, mas a gente sente falta de toda essa adrenalina. Dos treinos que antecedem a luta, aquela coisa de encontrar o adversário pelo hotel. Tudo isso faz parte da energia que é fantástica do esporte”. 

 

 

Aos 43 anos, Anderson Silva pode neste sábado garantir a chance de mais uma vez disputar o cinturão da categoria. Se vencer Israel Adesanya, o brasileiro já ouviu de Dana White que poderá lutar pelo título em sua próxima apresentação, quando ele terá 44 anos. A idade realmente é um mero detalhe para o brasileiro, sua paixão e dedicação ao esporte é muito maior. E é exatamente por isso que Dana White garantiu  que ele pode ter uma nova chance de ser campeão. 

 

 

"O que eu amo no Anderson Silva é que, se você olhar para tudo que ele fez na carreira e tudo o que conquistou, ele ainda quer conquistar o título, e eu adoro isso! Por que está aqui se não quer ser o melhor do mundo e continuar a conquistar títulos mundiais? Adoro", disse Dana White ao TMZ, segundo tradução do site do Canal Combate.

 

 

UFC - Davi Correa

 

Tags:

UFC Brasil
UFC no Combate
UFC 234
Robert Whittaker
Kelvin Gastelum
anderson silva
Israel Adesanya







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Esportes


Flamengo derrota o Vasco e está com uma mão na taça
Com a vitória, o rubro-negro poderá perder por até um gol de diferença que será campeão no próximo domingo, 21 de abril, no Maracanã....


City quer aproveitar jogo adiado para retomar liderança do Inglês
Três jogos reprogramados de rodadas anteriores movimentam nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), do Campeonato Inglês....


Copa do Brasil: Ceará ganha mas não leva vaga
Na noite dessa quarta-feira, 34.911 torcedores acompanharam uma vitória do Ceará por 1 a 0 no apenas morno confronto na Arena Corinthians...


Real Madrid enfrenta Valencia em busca da quarta vitória seguida no Espanhol
Em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol, o Real Madrid visitará o Valencia nesta quarta-feira, às 16h30, no estádio Mestalla. ...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News