Rondônia, - 03:48

 

Você está no caderno - Artigos
Evitar os vices diabólicos
Evitar os vices diabólicos
Como é difícil a escolha de vices. Não é a toa que os governadoraveis estão quebrando a cuca na busca de um vice que pelo menos não..
Publicado Sexta-Feira, 3 de Agosto de 2018, às 05:47 | Fonte Carlos Sperança 0

 
 

 

Como é difícil a escolha de vices. Não é a toa que os governadoraveis estão quebrando a cuca na busca de um vice que pelo menos não atrapalhem. Na história política de Rondônia, tivemos vices que ajudaram muito, não conspiravam contra os titulares, mas outros já no dia seguinte da eleição estavam causando problemas.

Sejamos francos, beiradeiros de Praia do Tamanduá, tataranetos de italianos de Rolim de Moura e imigrantes bolivianos de Guajará Mirim: É difícil um vice não divagar sobre a possibilidade de um presidente, de um governador ou de um prefeito escorregar numa casca de banana e acabar sua vida de glórias no popular Tonhão. Quiçá, se estrepar numa viagem aérea? Talvez ser cassado, objeto de um impeachment numa trama com seres tão desprezíveis como os deputados estaduais?

Assim como tivemos vices leais e zelosos em Rondônia como Assis Canuto, Orestes Muniz, Miguel de Souza, Airton Gurgacz, João Cahula e Daniel Pereira, também existem vices encrenqueiros, ladinos e sorrateiros. Também na prefeitura de Porto Velho a coisa foi assim e por isso tantos vices foram punidos com o desterro. Evitar um vice diabólico é preciso.

………………………

Muita maconha

Com o início da colheita da maconha no Paraguai, nos próximos meses teremos dezenas de caminhões lotados da droga até o talo trafegando pelas rodovias brasileiras. No caso de Rondônia, que é um entreposto, uma espécie de Ceasa das drogas para Amazônia, o fato exige atenção redobradas das autoridades que combatem o narcotráfico.

A revitalização

Perambulando pelo centro histórico de Porto Velho e bisbilhotando pela região portuária do Cai N’Água, no final de semana, deu para constatar a necessidade da revitalização de dois centros de compras que ruíram depois da enchente de 2014. As cracolândias e a prostituição tomaram conta e até visitar o Complexo da Estrada de Ferro já virou ato de risco para o turista. É coisa de louco!

Reforços chegando

O MDB que se queixava da falta de candidatos a Câmara dos Deputados, para ajudar nos votos de legenda, teve Claudia Moura (Ariquemes) confirmada na convenção de sábado. No MDB será uma possível predadora de Marinha Raupp, esta com a imagem prejudicada pelo envolvimento do marido barbudão com o esquema da Lava Jato.

Loira e predadora

Da mesma forma que o MDB teve a adesão de Claudia Moura, a aliança do PSDB/PSD que precisava se reforçar para eleger Mariana Carvalho e Expedito Neto teve as paliçadas reforçadas com a inclusão de Ieda Chaves na chapa á Câmara dos Deputados. Assim como Claudia, de coadjuvante pode virar predadora, Ieda com o prefeito Hildon recuperando o prestigio, pode brilhar no tucanato.

Só domingo

Neste domingo, dia 5, será a vez da mobilização dos tucanos e da chapa encabeçada pelo ex-senador Expedito Junior ser homologada para a peleja do Centro Administrativo. Assim como no caso de outros candidatos ao governo, a candidatura de Expedito ainda é cercada de especulações que só domingo poderão ser desmentidas ou confirmadas. Até lá as fofocas continuam.

 







Veja também em Artigos


O caldeirão de Brasília + Mesa de negociações + Melhor ano de Hildon + Redução salarial
Antes mesmo de assumir, o ministro Paulo Guedes estava disposto a pôr abaixo a Zona Franca de Manaus...


O Dia da Caça + Nossos prefeitos + A desmoralização do PSL + As conversações políticas
Se não fosse por um acidente em que fraturou o quadril, poucos saberiam que o então rei Juan Carlos I da Espanha gostava de caçar elefantes em Botsuana,.....


Empreendedores têm receita para fazer estado e país crescerem + Aliança: quem vai mandar em Rondônia? + Custo da energia: Sebrae entra na briga
MAIS VALORIZAÇÃO, MENOS BUROCRACIA: EMPREENDEDORES TÊM RECEITA PARA FAZER ESTADO E PAÍS CRESCEREM ...


Projeto Amazônia+21 + Parada difícil para Laerte Gomes + Hildon e seu jogo de estratégia
Brasília, 30 de outubro, Confederação Nacional da Indústria (CNI), abertura do projeto Amazônia+21...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News