Rondônia, - 02:22

 

Você está no caderno - Notícias da Região Norte
Piscina olímpica
No aniversário da Vila, Sejel anuncia chegada da piscina olímpica herdada dos Jogos do Rio 2016
Na tarde desta segunda-feira (26/03), dia em que a Vila Olímpica de Manaus completou 28 anos, a secretária de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Janaina Chagas, anunciou, em coletiva de imprensa, a chegada da piscina herdada dos Jogos do Rio 2016, assim como o legado olímpico do tênis de mesa e da luta olímpica, também doados ao Amazonas.
Publicado Terça-Feira, 27 de Março de 2018, às 05:36 | Fonte Governo do Amazonas 0

 
 

FOTO: ALESSANDRA REIS

 

Na tarde desta segunda-feira (26/03), dia em que a Vila Olímpica de Manaus completou 28 anos, a secretária de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Janaina Chagas, anunciou, em coletiva de imprensa, a chegada da piscina herdada dos Jogos do Rio 2016, assim como o legado olímpico do tênis de mesa e da luta olímpica, também doados ao Amazonas. Na ocasião, a titular da Sejel anunciou que todo o material referente à piscina será guardado em um armazém localizado na zona sul da cidade sob total segurança.

 

A piscina, da marca italiana Myrtha Pools, responsável também pela montagem da estrutura na capital amazonense, é reconhecida como uma das melhores do mercado e mede 25,00m x 50,00m, com dois metros de profundidade e tem 15 anos de garantia. Com tecnologia altamente moderna, é toda de aço inox, pré-moldada, com paredes, revestimento do pavimento e calhas de transbordamento separadamente ou em combinação.

 

A previsão é que os serviços de montagem da piscina na Vila Olímpica de Manaus comecem na primeira semana de maio. “Em negociação com o Ministério do Esporte e a Myrtha Pools, o prazo para o início da instalação da piscina olímpica é o dia 15 de maio. A partir daí, eles solicitam um período de 60 a 90 dias para que seja feita a finalização da instalação completa da piscina. Esse é o período para termos a piscina olímpica em Manaus. Além disso, recebemos outros equipamentos olímpicos que irão ser direcionados à luta olímpica e ao tênis de mesa, e que também irão contribuir efetivamente para o desenvolvimento desses esportes no Estado”, comentou Janaina Chagas.

 

Ação conjunta - A piscina foi doada ao Amazonas logo após o encerramento das Olimpíadas de 2016, mas alguns prazos não foram cumpridos e por isso o Estado por muito pouco não perdeu o legado olímpico. No início de outubro, a Sejel, em uma ação conjunta com a Caixa Econômica, a Seinfra e o Ministério do Esporte, conseguiu-se a legalização do processo e a definição de um novo cronograma de obras, o que garantiu a permanência da piscina no Estado. No final de janeiro, a secretária Janaina Chagas assinou o termo que oficializou a doação do legado ao Amazonas.

 

O secretário executivo adjunto de desporto da Sejel, Aly Almeida, relembrou fatos que marcaram o esporte amazonense e comentou sobre a vinda da piscina olímpica para o Estado. “Há 28 anos, o governador, Amazonino Mendes inaugurou a Vila Olímpica e isso foi, para o esporte, o maior avanço porque ele cresceu assustadoramente, uma vez que as federações não tinham um local fixo para treinarem e passaram a ter. Coincidentemente hoje, após quase três décadas, o governador voltou ao cargo e está podendo proporcionar ao povo amazonense mais este avanço no esporte que é a vinda da piscina olímpica para Manaus, por meio da articulação da Sejel, na pessoa da Secretária da pasta, Janaina Chagas, e a equipe formada para proporcionar esse progresso ao atleta e ao esporte como um todo”, disse Almeida.

 

Treinamento em piscina moderna - O presidente da Federação Amazonense de Desportos Aquáticos (Fada), Victor Hugo, o Botinho, falou sobre a piscina olímpica e no que isso influencia para os atletas da modalidade. “Com a vinda da piscina olímpica da Rio 2016, poderemos promover os esportes aquáticos e dispor de um treinamento em uma piscina moderna, que, devido às suas tecnologias de ponta, oferece vantagens que poderão auxiliar os atletas, não esquecendo, é claro, que os recordes e o bom desempenho nas modalidades aquáticas só serão possíveis com treinos e dedicação ao esporte”, afirmou.

 

No início do mês, o engenheiro Marcelo Santos, representante da empresa Myrtha Pools, acompanhado pela engenheira da Sejel, Yolanda Mendes, realizou uma vistoria técnica na obra da piscina. “A construção está toda correta, o concreto está muito bem feito, bem liso. Se tivéssemos os materiais aqui, já poderíamos começar a montar a piscina. Os trabalhos estão dentro daquilo que foi combinado e a expectativa está no que a Myrtha esperava chegar em Manaus e ver”, completou o engenheiro.

 







Veja também em Notícias da Região Norte


Justiça cancela concessão de rádio da família Barbalho no Pará
Rádio foi de Jader Barbalho até 2017 e agora é controlada por filhos...


Saúde realiza pesquisa sobre leishmaniose em Assis Brasil
Uma equipe da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), em ação conjunta com o Ministério da Saúde (MS) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), realizou na última semana uma atividade de pesquisa, investigação e capacitação com foco em leishmaniose visc...


Operação do Detran-AM aplica mais de 450 multas durante o feriado da Semana Santa
O Departamento de Trânsito do Estado do Amazonas (Detran-AM) encerrou madrugada desta segunda-feira (02/04), a Operação de Páscoa  2018, que começou na última quinta-feira (28/03). ...


Governo busca vítimas de trabalho escravo da fazenda Brasil Verde
País foi condenado a indenizar 128 pessoas; 61 já foram localizados...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News