Rondônia, - 01:36

 

Você está no caderno - Notícias da Região Norte
Governo
Ministério Público abre programação do mês da mulher
No mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, o Ministério Público do Acre (MPAC) abriu oficialmente sua programação nesta segunda-feira, 5.
Publicado Terça-Feira, 6 de Março de 2018, às 06:00 | Fonte Governo do Acre 0

 
 

Uma das atividades foi uma roda de conversa sobre “A conquista do espaço feminino nas instituições públicas (Foto: Val Fernandes/Secom)

 

No mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, o Ministério Público do Acre (MPAC) abriu oficialmente sua programação nesta segunda-feira, 5. A instituição promoverá atividades como forma de homenagear, celebrar, confraternizar e também refletir sobre a importância da mulher na sociedade.

A programação foi aberta pela procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane, e contou com a presença de mulheres como a vice-governadora do Acre, Nazareth Araújo, a vice-prefeita, Socorro Neri, como também de outras mulheres representantes de instituições como a Polícia Federal, Procuradoria Geral do Estado, Universidade Federal do Acre, secretarias de estado e do município, entre outras.

Palestras, lançamento de campanhas, debates, sessões de filmes, atendimentos estéticos e atividades físicas oferecidos pelo Centro de Especialidades em Saúde (CES), bem como apresentações lúdico-culturais, são algumas das atividades que serão desenvolvidas durante o mês.

Kátia Rejane aproveitou também para lançar o selo comemorativo e a campanha “Falar para Empoderar”, de enfrentamento à violência doméstica, e fez a apresentação do Projeto Acolhimento Institucional, que acompanha mulheres em situação de violência doméstica.

Roda de conversa

 

 

 

Palestras, lançamento de campanhas, debates, sessão de filmes, atendimentos estéticos e atividades físicas são algumas das atividades que serão promovidas no mês de março (Foto: Val Fernandes/Secom)

 

 

 

 

A instituição também promoveu uma roda de conversa sobre “A conquista do espaço feminino nas instituições públicas”. Durante a conversa, Nazareth Araújo frisou que a violência contra as mulheres constitui uma das principais formas de violação dos seus direitos humanos, atingindo-as em seu direito à vida, à saúde e à integridade física.

“Apesar de ser um fenômeno que atinge grande parte das mulheres em diferentes partes do mundo, é necessário o envolvimento de todos para que possamos criar condições para levar à sociedade essa discussão, propor soluções para minimizar as dores das mulheres que sofrem violência e buscar mecanismos de controle social”, afirmou Nazareth Araújo.

A secretária de Políticas para Mulheres, Concita Maia, enfatizou que o estado precisa da união de todos para trabalhar as políticas de enfrentamento à violência contra a mulher. “Somente assim, com as instituições unidas e a sociedade civil, podemos fazer um enfrentamento eficiente e eficaz na construção de uma sociedade verdadeiramente saudável e harmoniosa, baseada no respeito às diferenças e em especial às mulheres.”

 









Veja também em Notícias da Região Norte


Saúde na Escola estima realizar 37.500 atendimentos em 2018
O Programa Saúde na Escola – PSE, projeto da Secretaria Estadual de Educação, estima realizar 37.500 atendimentos da rede estadual de ensino, durante o ano letivo de 2018, com serviços médicos, odontológicos, fonoaudiológicos, de enfermagem e servi...


Tacacá na Bossa Especial Carnaboi reunirá todos os levantadores de toadas
...


Com quatro casos já confirmados em Manaus, FVS instala Sala de Resposta Rápida para Surto de Sarampo no Estado
A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), órgão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), instalou, na manhã deste sábado (24/03), a Sala Estadual de Resposta Rápida para Surto de Sarampo....


Governo moderniza Defensoria Pública do Acre
...

 


ads2507



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News