Rondônia, - 01:15

 

Você está no caderno - Porto Velho
Notícias
Comerciantes do Cai N água não acreditam em risco de nova enchente
Com o aumento do nível do Rio Madeira, os comerciantes do Cai n’agua em Porto Velho (RO) estão atentos para que a água não avance nos estabelecimentos...
Publicado Sexta-Feira, 5 de Março de 2021, às 08:35 | Fonte Diário da Amazônia 0

 
 

Foto: Roni Carvalho

Comércio na rua João Alfredo no Cai N’ Água em Porto Velho

Com o aumento do nível do Rio Madeira, os comerciantes do Cai n’agua em Porto Velho (RO) estão atentos para que a água não avance nos estabelecimentos. Segundo eles a apreensão é constante nesse período do ano, mesmo assim acreditam que a água do rio não seja semelhante a enchente de 2014.

Dona Lúcia Célia Bonfim é comerciante no local, explica que não acredita na possibilidade de uma nova inundação. “Se tivesse que acontecer em fevereiro já estava começando a encher, porque no mês passado choveu demais lá no Rio Beni, na Bolívia. Em 2019 nós saímos daqui a água não chegou a entrar, mas ficamos com medo por causa de 2014”, disse.

Ela conta que junto com outros comerciantes passou um ano e oito meses na Praça Marechal Rondon em Porto Velho, após assinar um termo na Prefeitura enquanto a água secasse.

“Na época outros comerciantes não queriam voltar para cá, mas tivemos que voltar para ninguém ficar na rua. Voltamos porque aqui é o setor adequado para todos trabalharem. Mas o pessoal não gosta de trabalhar aqui porque o movimento está parado, mas isso está acontecendo na cidade toda. Ainda mais agora com essa pandemia”, disse Lúcia.

Maria Alves é outra comerciante que não acredita que uma nova inundação aconteça no local. “Já estamos em março e a enchente de 2014 aconteceu em fevereiro. Então acho que não tem perigo. Acho que não aumenta mais não, porque já vai terminar março, talvez a água suba até na calçada. Mas tenho fé em Deus que não vai acontecer não. Se subir mais a Defesa Civil tira a gente daqui pelo menos um caminhão eles doam para a gente levar as mercadorias. Então a gente leva, guarda em casa, espera abaixar e volta”, disse.

Nesta quinta-feira (04), o nível do Rio Madeira atingiu 16.47. De acordo com o Governo de Rondônia assim que o rio atingir a marca de 17 metros, do Corpo de Bombeiros assume a função de agente principal na política de assistência às famílias atingidas, bem como na fiscalização acerca do nível da água




Veja também em Porto Velho


Ipem doa alimentos e materiais de limpeza à instituição que presta assistência a idosos, em Porto Velho
O Governo de Rondônia, por meio do Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia (Ipem) doou produtos alimentícios e de limpeza à uma instituição que presta assistência a pessoas idosas em Porto Velho......


Cheia do rio Madeira deve permanecer na média histórica em 2021
Nos próximos 3 ou 4 dias, o rio Madeira pode apresentar uma pequena subida até estabilizar e começar a baixar... ...


PRFs são vacinados contra Covid-19 em Porto Velho
Cumprindo as determinações da Nota Técnica 297/2021 do Ministério da Saúde, a prioridade para imunizacao do efetivo foi determinada por critérios objetivos...


Margens da RO-486, popular Rodovia do Café, recebem serviços de limpeza e manutenção
O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER)......

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News