Rondônia, - 08:17

 

Você está no caderno - Rondônia
Energia
Adelino Follador denuncia Energisa por continuar descaso com o consumidor
Moradores da LC-20 ficaram mais de 40 horas sem energia
Publicado Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2021, às 14:52 | Fonte Alero 0

 
 

Marcos Figueira-ALE/RO

O deputado Adelino Follador (DEM) se indignou, nesta segunda-feira (11), com a falta de respeito da empresa Energisa com os consumidores da Linha C-20, TB-80, região do município de Cacaulândia.

Segundo o parlamentar, ele recebeu várias denúncias de moradores da Linha, relatando que a energia acabou às 18h00m de sábado (09) e até o meio dia de segunda-feira (11) não havia reestabelecido o serviço, totalizando mais de 40 horas sem que a empresa atendesse os moradores.

Os moradores disseram que protocolaram a informação da falta de energia, através da linha de atendimento da empresa, na manhã de domingo (10), porém, continuaram sem energia, e na manhã de segunda-feira (11) voltaram a contatar a empresa para reclamar, e tiveram a informação de que no sistema constava que já havia reestabelecido a energia, ou seja, se os moradores não tivessem condições de informar a empresa iria permanecer sem energia “Deus sabe até quando”. E ainda, a informação mais confortante por parte da Energisa é: “É preciso aguardar”.

Essa inoperância, irresponsabilidade por parte da empresa representou prejuízos a dezenas de produtores rurais, com o comprometimento no armazenando do leite, utensílios de alimentação e até mesmo a água para beber começou a ficar escassa.

Outra denúncia feita ao deputado, por um morador da mesma região, é de uma situação em que o consumidor deixou de pagar uma conta de outubro, e quando chegou a sua residência a energia estava cortada, ao ligar e perguntar se podiam cortar mesmo na pandemia, a Energisa informou que a partir do dia 1º poderiam cortar. Porém, a empresa descumpriu a Lei 14.015 que proíbe o corte sem a devida comunicação prévia e também “É vedada a suspensão da prestação de serviço em virtude de inadimplemento por parte do usuário que se inicie na sexta-feira, no sábado ou no domingo, bem como em feriado ou no dia anterior a feriado". 

Há também denúncias em que funcionários da empresa estão indo nas residências e realizam o TOI (Termo de Ocorrência de Irregularidades), mesmo não existindo a irregularidade, apontando possíveis evidências, e após isso, o consumidor é surpreendido com uma conta altíssima, completamente injusta, exorbitante e fora da realidade, baseando-se de forma abstrata em termos da Resolução 414 da Aneel.

“Alguma medida deve ser tomada com urgência, ainda estamos esperando os resultados concretos a partir das irregularidades apontadas pela CPI da Energisa, a população não aguenta mais tanto desrespeito”, concluiu Adelino.

 

Nota de Energisa

 

 

A Energisa informa que não registrou nenhuma falta de energia de 40 horas em Cacaulândia nos últimos dias. As equipes da empresa estão desde domingo (10) na localidade atuando para reverter os danos causados pelas fortes chuvas e ventos ocorridos no fim de semana. Apesar da localidade ter áreas de difícil acesso, situação agravada com a chuva, 92% dos clientes teve a energia restabelecida gradualmente até 12 horas depois da chuva. A empresa reitera seu compromisso com a qualidade da energia e o bem estar da população de Rondônia.

 







Veja também em Rondônia


Novas restrições terá até toque de recolher em Rondônia
Veja a reportagem......


Manutenção de pontes e bueiros garantem trafegabilidade em rodovias da Zona da Mata
Em menos de 24 horas a equipe reconstruiu a cabeceira da ponte do rio Corgão que havia desbarrancado ...


Veja como fica o tempo em Rondônia nesse sábado (16)
A Divisão de Meteorologia do Sistema de Proteção da Amazônia......


PF combate desvios de recursos públicos destinados ao combate à Covid-19 no Piauí
PF deflagra Operação ''Onzena'' e, em ação conjunta com a CGU, apura irregularidades em contratações de equipamentos de proteção individual (EPIs) e de testes rápidos para detecção da Covid-19....

 




 
Pub
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News