Rondônia, - 08:41

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Cabo Maciel destaca convocação de profissionais de saúde para atuar no Amazonas
A convocação anunciada pelo Ministério da Saúde (MS) de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e farmacêuticos para atuarem no combate ao novo coronavírus...
Publicado Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2021, às 15:52 | Fonte ALE/AM 0

 
 

Divulgação

A convocação anunciada pelo Ministério da Saúde (MS) de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e farmacêuticos para atuarem no combate ao novo coronavírus, causador do Covid-19 nas unidades da rede estadual do Amazonas, foi destacada na manhã desta sexta-feira (08), pelo deputado estadual Cabo Maciel (PL). A contratação temporária será realizada pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), em caráter excepcional de 90 dias.

De acordo com o parlamentar, a contratação está aberta para profissionais de outros estados, mas a prioridade é para os que já estão no Amazonas. Os interessados nas vagas devem acessar o link: https://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=61231.

A convocação atende a um pedido do Governo do Amazonas e faz parte das ações de enfrentamento à doença.

O candidato à vaga não pode ter mais de 59 anos e nem ser portador de doença crônica descompensada, que possa ser classificado como grupo de risco da Covid-19, além de ser obrigatória a formação e habilitação na área pretendida e registro profissional ativo.

 

Requisitos a contratação

 

 Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e farmacêuticos:

– Não ter mais de 59 anos;

– Não ser portador de doença crônica descompensada, que possa ser classificada como “grupo de risco da Covid-19”

 

Enfermeiros e fisioterapeutas:

– Possuir formação/habilitação/experiência na área de terapia intensiva e clínica médica.

 

Médicos:

– Possuir experiência em terapia intensiva e formação em uma das seguintes áreas: terapia intensiva, medicina de urgência e emergência, anestesiologia, clínica médica, cirurgia geral, cardiologia, pneumologia, nefrologia, neurologia, reumatologia, gastroenterologia, geriatria, infectologia e oncologia;

– Possuir especialização ou residência ou título de especialista emitido pela Associação Médica Brasileira nas áreas de Terapia Intensiva ou Medicina de Urgência e Emergência;

– Possuir experiência em clínica médica e formação em uma das seguintes áreas: clínica médica, cardiologia, pneumologia, nefrologia, neurologia, reumatologia, gastroenterologia, geriatria, infectologia e oncologia.

 

Benefícios oferecidos aos profissionais:

– Caso necessário, a diária para hospedagem será disponibilizada pela Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas aos profissionais que vierem de fora do Estado;

– Vale Alimentação: R$ 500 por mês;

– O deslocamento será disponibilizado pela SES-AM aos profissionais que vierem de fora do estado;

– Vínculo de trabalho: temporário;

– Remuneração, conforme abaixo, que inclui a profissão, remuneração por plantão, número de plantões e vencimento total.

 

Médico(a) para atuação em terapia intensiva:

– R$ 1.583,05;

– R$ 15.830,50 (dez plantões).

 

Médico(a) para atuação em clínica médica:

– R$ 1.203;

– R$ 12.030 (dez plantões).

 

Enfermeiro(a) para atuação em terapia intensiva:

– R$ 470

– R$ 4.700 (dez plantões).

 

Fisioterapeuta para atuação em terapia intensiva:

– R$ 470;

– R$ 4.700 (dez plantões).

 

Farmacêutico(a):

– R$ 470;

– R$ 4.700 (dez plantões).

 

A resposta sobre a disponibilidade do profissional deverá ser informada por meio link: https://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=61231.

 

 

 

Gabinete do Deputado Cabo Maciel (PL)

Texto: Assessoria do Deputado

Jerson Aranha (92) 99156-0879

Foto: Paulo Ferraz (92) 99425-2514







Veja também em POLÍTICA


Parlamentares destacaram a pandemia nos 2.530 pronunciamentos realizados em 2020
Em 214 sessões plenárias realizadas ao longo de 2020......


Wilker propõe prorrogação as cobranças de impostos durante a suspensão do comércio
Com o fechamento do comércio e a suspensão dos serviços não essenciais no Amazonas...


“Onde tiver Estado de Goiás vai existir a mão forte do governo para combater a criminalidade”, diz Caiado durante solenidade no TJGO
“Vamos mostrar para o país que, em Goiás, a tese de que ‘não vai dar em nada’ caiu por terra”, destaca governador durante instalação da 2ª Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e de Lavagem ou Ocultação de Bens, D...


2020: Alepa realizou primeira transmissão ao vivo pela TV Alepa com tradução para Libras
Ao longo da semana, vamos destacar alguns acontecimentos importantes de 2020 na Casa de Leis ...

 




 
Pub
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News