Rondônia, - 01:22

 

Você está no caderno - Porto Velho
Saúde
Hospital de Base Ary Pinheiro orienta população sobre cuidados com a saúde para evitar cirurgias cardíacas
O Governo de Rondônia chama a atenção da população para priorizar bom hábitos e cuidados com a saúde
Publicado Sábado, 17 de Outubro de 2020, às 09:38 | Fonte Governo de Rondônia 0

 
 

Daiane Brito e Arquivo Hospital de Base

As cirurgias de urgência e emergência continuaram sendo realizadas mesmo no período de pandemia

O Governo de Rondônia chama a atenção da população para priorizar bom hábitos e cuidados com a saúde, tendo em vista que a má alimentação, sedentarismo e tabagismo, são hábitos que geram doenças como obesidade, diabetes e hipertensão. Isso faz com que o Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro realize um maior número de cirurgias de revascularização do miocárdio.

A recomendação do HB Ary Pinheiro é para que sejam adquiridos hábitos saudáveis como dieta balanceada e exercícios físicos, que na maioria dos casos evitam doenças e o aumento nas cirurgias. “O Núcleo de Cirurgia Cardíaca do HB, completa 12 anos de implantação em 2020, e já realizou 829 cirurgias desde então, sendo o único no Estado que atende pela rede SUS (Sistema Único de Saúde) os pacientes adultos”, diz Raquel Gil Costa, diretora do hospital.

O serviço é dividido em três frentes de trabalho, sendo o ambulatório que atende com consulta de pacientes vindo das unidades básicas do Estado, para avaliação de cirurgias cardíacas e marcapasso; o administrativo que organiza a agenda médica; e o Centro Cirúrgico que conta com a estrutura das salas de cirurgia e apoio dos leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com o médico cirurgião cardiovascular e coordenador do Núcleo de Cirurgia Cardíaca, Arleto Zacarias, a obstrução coronariana acontece devido a fatores genéticos também. O cirurgião informa que no decorrer da semana são realizadas três cirurgias, sendo duas de grande porte, que geralmente são revascularização do miocárdio, troca de válvula, CIA e CIV e aneurisma aórtico, e uma de pequeno porte que é o implante de marcapasso e troca de gerador (bateria do marcapasso).

A faixa etária para realização de cirurgias cardíacas mudou, “o perfil do paciente antigamente era de 60 anos ou mais, hoje temos observado pessoas com aproximadamente 40 anos buscando o serviço. Os hábitos alimentares nocivos a saúde tem somado para o adoecimento da população”, fala a enfermeira e perfusionista Patricia Costa.

As cirurgias de urgência e emergência continuaram sendo realizadas mesmo no período de pandemia. O HB pede para que os pacientes que aguardam a realização da cirurgia cardíaca, entenda que diante do alto risco de contaminação da Covid-19, essa é a segurança para os procedimentos.







Veja também em Porto Velho


Governo abre inscrição para contratar profissionais habilitados a administrar finanças públicas
O Governo de Rondônia, por intermédio da Secretária de Estado de Finanças (Sefin), iniciou mais uma etapa do processo seletivo Seleciona RO...


Prefeitura amplia rede de drenagem em cruzamento crítico da capital
Obra está sendo realizada na confluência das avenidas Rio de Janeiro com Rio Madeira ...


Governo de Rondônia investe mais de R$ 3 milhões no transporte gratuito de 20 mil toneladas de calcários para pequenos agricultores
Neste ano de 2020, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), investiu mais de R$ 3 milhões...


Parceria entre Agevisa e instituição privada vai garantir conhecimento aos profissionais de saúde sobre doença rara
Com vista na ampliação do conhecimento profissional e para um atendimento melhor do usuário na rede pública......

 




 
Pub
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News