Rondônia, - 22:48

 

Você está no caderno - Rondônia
exploração sustentável da Amazônia
Projeto cria marco para exploração sustentável da Amazônia
O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) apresentou um projeto (PL 4.765/2020) com diretrizes para o zoneamento ecológico-econômico da Amazônia...
Publicado Sábado, 17 de Outubro de 2020, às 09:24 | Fonte Agência Senado 0

 
 

PPBIO

Proposta estabelece diretrizes para regularização fundiária, exploração mineral, gestão da água, extrativismo e outras atividades econômicas

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) apresentou um projeto (PL 4.765/2020) com diretrizes para o zoneamento ecológico-econômico da Amazônia, "visando uma melhor exploração do uso sustentável do bioma", segundo a justificativa da proposta. Rodrigues entende que "as exigências da legislação ambiental impõem um elevado ônus sobre proprietários e posseiros", por isso o projeto prioriza a obrigação de o poder público incentivar as ações de proteção por parte desses proprietários, "inclusive através do pagamento pelos serviços ambientais".

Bioeconomia
Para o senador, a Amazônia tem vocação para a bioeconomia. Por isso, defende que o poder público priorize o incremento da infraestrutura visando à implantação de cadeias produtivas de fabricação de medicamentos, cosméticos, fitoterápicos, nutracêuticos, alimentos e bebidas. "Também devem ser priorizadas atividades associadas ao manejo sustentável, como a extração de madeira, silvicultura, extrativismo vegetal e turismo". Rodrigues acrescenta que toda a lógica do projeto gira em torno da valoração pelos serviços ambientais, "e naturalmente a remuneração justa pelos serviços aos seus prestadores".

A proposta também estabelece diretrizes para a regularização fundiária, a exploração mineral, a gestão da água, extrativismo e outras atividades econômicas. Para o senador, a Amazônia precisa romper com os "padrões convencionais de desenvolvimento, gerando renda e qualidade de vida a todas as suas populações, rural, urbana, ribeirinha, comunitária, indígena".

O projeto regula a supressão da vegetação nativa, priorizando a implantação de empreendimentos em áreas já desmatadas ou degradadas, reafirmando a importância de incentivos econômicos "para que a floresta em pé seja economicamente mais atraente que a derrubada".

"A Amazônia é um imponente conjunto de recursos naturais que, usados de forma sustentável, representam um enorme potencial de desenvolvimento para a região, sua população e, consequentemente, para o país", aponta Rodrigues.







Veja também em Rondônia


Cerimônia de premiação da 5º edição do Concafé vai acontecer de forma online no dia 6 de novembro
A cerimônia de premiação da 5ª edição do Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé), maior concurso de café robusta do Brasil......


Iperon promove “Dia Rosa” para conscientização às servidoras sobre os cânceres de mama e colo do útero
Em alusão ao Outubro Rosa, o Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia (Iperon), promoveu às servidoras o “Dia Rosa”......


Governo firma convênio para construção de vestiário e melhorias no Centro de Referência da Criança e do Adolescente em Vilhena
O Governo de Rondônia programou para após o período de eleições o repasse de R$ 274 mil à Prefeitura Municipal de Vilhena......


Conselho Estadual do Sebrae aprova planejamento 2021 da instituição
Proposta técnica foi aprovada por unanimidade pelo colegiado de entidades ...

 




 
Pub
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News