Rondônia, - 10:28

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Notícias da Amazônia
Colônia Agrícola de Santa Izabel libera mais 277 custodiados para a saída temporária
Seap cumpre o que determina a Vara de Execuções Penais, sem descuidar do combate ao novo coronavírus, fracionando as saídas para evitar aglomerações...
Publicado Quarta-Feira, 9 de Setembro de 2020, às 15:22 | Fonte Governo do Pará 0

 
 

Detento da Colônia Agrícola de Santa Izabel tem a temperatura e os níveis de oxigênio monitorados antes da saída pelo Dia dos Pais

Mais 277 pessoas privadas de liberdade foram liberadas nesta quarta-feira (9), na Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI), na Região Metropolitana de Belém (RMB). É a segunda turma de internos da unidade de regime semiaberto beneficiada pela Saída Temporária do Dia dos Pais.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) organizou a segurança e evitou aglomerações durante a saída. Parte deles foi liberada sob monitoração eletrônica, conforme determinam decisões judiciais. A medida garante o controle contínuo do custodiado durante a liberação.

Os que trabalham fora da casa penal e tiveram autorização da Justiça foram liberados sem monitoração eletrônica.

“É importante ressaltar que essas decisões de monitoração vêm do Judiciário, da Vara de Execuções Penais, e nós cumprimos”, explica a diretora de Execução Criminal da Seap, Patrícia Abucarter.

A validação da identidade biométrica dos custodiados, na saída e no retorno, é mais uma tecnologia adotada pela Seap para garantir a segurança e a autenticidade dos dados registrados no sistema penitenciário. O cadastramento biométrico põe fim à duplicidade de informações e assegura a credibilidade do sistema de informações penitenciárias do Estado.

O fracionamento das saídas temporárias a que os presos têm direito foi a estratégia usada pela Seap diante da pandemia do novo coronavírus, que exige medidas para evitar aglomerações durante a liberação das saídas. No caso da CPASI, a unidade com a maior população carcerária do estado, as saídas também foram fracionadas em quatro datas diferentes.  

Os internos ficarão fora por sete dias, com retorno na próxima quarta-feira (16). A saída temporária exige, além de autorização judicial, atenção a outros critérios e, respeitando o direito constitucional, a Seap executa o benefício de forma rigorosa e segura.

LISTA

Por medida de segurança, a lista dos próximos a serem liberados será divulgada apenas aos familiares, que precisam manter atualizados os dados cadastrados no sistema para que a equipe de atendimento aos familiares da Seap entre em contato e informe quem serão os beneficiados com a saída temporária na próxima data do cronograma.

Todas as unidades prisionais do Estado que tiveram internos liberados para a saída temporária atenderam às medidas de prevenção contra a Covid-19. Os internos saem com máscaras de proteção e têm as mãos e os pés higienizados.

Além disso, antes de serem liberados e ao retornarem, os apenados também passam por uma triagem da equipe médica da unidade, para garantir a saída e a volta com pleno acompanhamento do estado de saúde. Durante esta etapa, as equipes verificam temperatura, saturação, pressão arterial, entre outros sinais vitais.







Veja também em Notícias da Amazônia


Grupamento de engenharia realiza II encontro de meio ambiente em João Pessoa (PB)
A Seção de Meio Ambiente do 1º Grupamento de Engenharia (1º Gpt E) do Exército realizou, na última semana de fevereiro, o II Encontro de Meio Ambiente......


Atividades do eixo amazônico para transporte de suprimentos no primeiro semestre de 2021
Na manhã de 28 de janeiro de 2021, o Estabelecimento Central de Transporte (ECT), deu início a realização de transporte de materiais de diversas classes......


Exército apoia distribuição de cesta básica e materiais de limpeza em terra indígena no tocantins #ebpreservandovidas
Entre os dias 24 e 26 de fevereiro, o Exército Brasileiro participou da distribuição de 1180 kits com cestas básicas e material de higiene e limpeza na terra indígena Apinayé, localizada na região do Bico do Papagaio, no Tocantins. A ação beneficio...


Exército participa de sobrevoo para fiscalização de crimes ambientais
No dia 26 de fevereiro, o Comando Conjunto Norte (CCjN), formado pelo Comando Militar do Norte, do Exército; 4º Distrito Naval, da Marinha; e Ala 9, da Força Aérea Brasileira, realizou reconhecimento aéreo para identificação de possíveis crimes amb...

 




 
Pub
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News