Rondônia, - 10:28

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Epstein acusado de forçar menor a fazer sexo com príncipe André para obter “benefícios pessoais”
Novos documentos revelam esquema de chantagem imposto por Jeffrey Epstein envolvendo abusos sexuais a uma menor.
Publicado Sábado, 1 de Agosto de 2020, às 08:26 | Fonte Expresso 0

 
 

LILLIAN SUWANRUMPHA/GETTY IMAGES

Escândalo sexual envolvendo Jeffrey Epstein atinge a família real britânica com estrondo

 


O abusador sexual e milionário Jeffrey Epstein está a ser acusado de forçar uma menor a ter sexo com o príncipe André, duque de Iorque e terceiro filho da rainha Isabel II, com o objetivo de o chantagear com material comprometedor. O esquema montado por Epstein, que há um ano se suicidou na cela onde tinha sido preso cerca de um mês antes, envolveu não só membros da realeza britânica como políticos, homens de negócios e outras figuras poderosas.

A notícia tem origem em documentos recém-divulgados, na posse do tribunal de Nova Iorque, e está a ser avançada pelo britânico The Guardian, que adianta ainda que o episódio de abuso em que participaram a menor e o príncipe André teve lugar na ilha privada de Epstein, nas Ilhas Virgens Americanas. No processo a jovem é citada como Jane Doe #3, a quem foi ordenado que desse “ao príncipe tudo o que ele pedisse” e que, depois de consumado o ato, reportasse a Epstein “os detalhes do abuso sexual”.

O método de Epstein, descrito na mesma documentação, consistia em “oferecer” a menor para “procurar benefícios em negócios, garantir ganhos pessoais, políticos e financeiros, além de obter informações que poderia utilizar como chantagem”. Uma dessas tentativas deu mesmo resultado, segundo o mesmo processo, com o príncipe André a fazer lobby junto dos Estados Unidos da América, na altura do julgamento de Epstein, para que este conseguisse um “acordo favorável no recurso”.

Todos estes documentos fazem parte do processo aberto em 2015 por Virginia Roberts Giuffre, a mulher que acusa o milionário norte-americano e a ex-namorada deste Ghislaine Maxwell de a terem violado quando era menor de idade. Virginia Giuffre, hoje com 36 anos, acusa também o príncipe André de ter feito parte do esquema e de a ter forçado a ter sexo num encontro promovido por Epstein. O duque de Iorque nega a alegação. Não é por agora claro se a menor citada nestes novos documentos, Jane Doe #3, é Virginia Giuffre.

As revelações podem não ficar por aqui. Os advogados de Maxwell, ex-namorada de Epstein, tentaram manter estes documentos em segredo, desejo negado por um dos juízes nova-iorquinos.

Ao que conta o “Guardian”, há mais duas vítimas do caso de 2015, Jane Doe #1 e Jane Doe #2, que podem contribuir para apurar se o membro da família real britânica tentou mesmo pressionar os EUA a beneficiar Epstein. Os advogados estão à procura de “documentos sobre os esforços de lobby para convencer o governo a dar um acordo mais favorável e/ ou acordo de não acusação, incluindo esforços feitos pelo príncipe André e pelo ex-professor de direito de Harvard Alan Dershowitz”.

O príncipe André tinha dito que tudo faria para colaborar com a justiça, mas no início do ano as autoridades dos EUA que investigam as alegadas práticas de tráfico sexual do milionário Jeffrey Epstein e os seus cúmplices afirmaram que a postura estava a ser de “zero cooperação”.

 







Veja também em INTERNACIONAL


Primeiro-ministro libanês denuncia ''perigosa escalada'' junto à fronteira com Israel
''Israel violou uma vez mais a soberania do Líbano (...) durante uma perigosa escalada militar'', acusou Hassan Diab, na primeira reação do Governo libanês aos bombardeamentos de segunda-feira... ...


Senado italiano volta a retirar imunidade a Matteo Salvini
Matteo Salvini, ex-ministro do Interior italiano e líder do partido anti-imigração La Lega, vai ser ouvido em dois tribunais diferentes, ambos na Sicília, depois de o Senado ter votado, pela segunda vez, a favor do fim da sua imunidade parlamentar....


ONU denuncia abusos de oficiais norte-coreanos a dezenas de mulheres repatriadas
Dezenas de mulheres que saíram da Coreia do Norte para procurar trabalho foram vítimas de abusos por parte de elementos das forças de segurança norte-coreanas, forçando-as a regressar......


Twitter retira vídeo e mensagens de Trump por serem ''falsas''
''Os 'tweets' que acompanham o vídeo violam a nossa política de combate à desinformação sobre a Covid-19'', disse um porta-voz da rede social Twitter......

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News