Rondônia, - 12:41

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
MICROSOFT TECNOLOGIA
Microsoft reconhece que estava errada sobre código aberto
O ex-CEO da Microsoft, Steve Ballmer, chegou a dizer em 2001 que o Linux era “um câncer que adere a tudo que toca, no que diz respeito à propriedade
Publicado Quarta-Feira, 20 de Maio de 2020, às 07:07 | Fonte Gizmodo 0

 
 

Elaine Thompson/AP

O ex-CEO da Microsoft, Steve Ballmer, chegou a dizer em 2001 que o Linux era “um câncer que adere a tudo que toca, no que diz respeito à propriedade intelectual”. Não é das citações mais belas, ainda mais quando levamos em consideração que a empresa mudou seus rumos de lá para cá. Na semana passada, inclusive, o presidente da Microsoft, Brad Smith, disse que eles estavam errados sobre o código aberto. Em um evento online do MIT, Smith disse que “a Microsoft esteve no lado errado da história quando o código aberto explodiu no começo do século e, pessoalmente, posso afirmar isso sobre mim”. Ele era um dos principais advogados da companhia na época em que havia batalhas legais contra softwares open source. Em um outro momento, Smith disse que “é possível pode aprender que é preciso mudar”. A Microsoft é, atualmente, uma das companhias que mais colaboram com projetos de código aberto – a companhia passou a dar suporte ao kernel Linux pelo Windows 10 e até disponibilizou como projeto open-source o PowerShell, Visual Studio Code e o motor JavaScript do navegador Edge.

Além disso, o GitHub, um dos maiores repositório de códigos, foi comprado pela Microsoft em 2018.

Nada disso quer dizer que a companhia está dando passos para abandonar o software proprietário. A maioria das colaborações estão relacionados a produtos que, numa primeira olhada, não geram muita renda para a Microsoft. O mais importante, no entanto, é que as colaborações podem significar vantagens na competição onde realmente a companhia pode gerar receita: aplicações na nuvem.

Em termos diretos, abraçar o código aberto significa facilitar o acesso de desenvolvedores à plataforma Azure – além de o desenvolvimento open-source costuma ser mais rápido e produtivo, a preparação de ambientes de desenvolvimento Windows costuma ser preterido pelos desenvolvedores. Mark Russinovich, CTO da Microsoft Azure, chegou a dizer que “se não suportamos o Linux, teremos somente o Windows e isso não é prático”, como lembra o ZDNet. 







Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Cometa gigante descoberto em 2017 continua a caminho da Terra
Conhecido como C/2017 K2, o cometa é 'muito ativo e brilhante', e deve se aproximar do Sol em 2022, chamando a atenção de muitos astrônomos...


Estudo vincula bactérias intestinais a doenças neurovasculares
Pesquisa ligou a doença angioma cavernoso à uma mistura específica de bactérias no trato digestivo...


SP tem recorde de novos casos de Covid-19 após anúncio de 'retomada'
Nesta quinta (28) 0 estado registrou 6.382 casos em 24 horas, quase 56% a mais que o recorde anterior, de 15 de março...


Uber cria centro de higienização em São Paulo para limpar carros de motoristas e mochilas de entregadores
A Uber anunciou mais uma iniciativa para ajudar motoristas e entregadores que trabalham...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News