Rondônia, - 00:00

 

Você está no caderno - VILHENA
vilhena
Postos de saúde de Vilhena aumentam em 86% o número de consultas e procedimentos
Em 2019 diversas medidas garantiram que a Atenção Básica atendesse muito mais pessoas em comparação com 2017
Publicado Segunda-Feira, 30 de Março de 2020, às 16:41 | Fonte da Redação 0

 
 

Em 2019, na cidade de Vilhena, os postos de saúde da Prefeitura realizaram 331 mil atendimentos, um aumento de 86% em relação ao ano de 2017. Isso significou 150 mil atendimentos a mais do que antes. O aumento foi motivado pela inauguração de horários estendidos, informatização das unidades, pela abertura do CEV (Centro de Especialidades Vilhenense) e intensificação de campanhas como o Outubro Rosa.

 

“Na Saúde estamos agindo sempre com foco na prevenção. É através dela que podemos evitar que as doenças fiquem graves e isso dá muito mais condições das equipes de tratar os pacientes, mais qualidade de vida à população e melhor retorno do investimento na Saúde. Apenas remediar doenças já em estado grave gera muito sofrimento e gastos altíssimos que poderiam ser evitados com uma boa atenção primária no início da doença”, explica o prefeito Eduardo Japonês.

 

Os dados são do E-SUS, o registro eletrônico do Sistema Único de Saúde, do Governo Federal. Em 2019 o número de atendimentos dos postos de saúde foi maior em todos os meses na comparação com 2018 e 2017, tanto no número geral quanto no de consultas e procedimentos. O número total de atendimentos teve aumento impulsionado por quatro principais ações de gestão.

 

Afonso Emerick, secretário municipal de Saúde, explica que uma das ações mais importantes foi aumentar o tempo de atendimento dos postinhos. “Até mesmo o Ministério da Saúde nos usou como exemplo no ano passado em seus meios de comunicação para elogiar a atitude de termos expandido o horário de atendimento dos postos de saúde. Aumentamos em uma hora o atendimento de todas as unidades e, em duas delas, acrescentamos as consultas por ordem de chegada no período noturno, até as 22h. Algo inédito que deu a oportunidade de milhares de pessoas serem atendidas fora do horário comercial”, explica o secretário.

 

Outras três ações foram relevantes: a informatização das unidades básicas de saúde, o que agilizou o atendimento, a organização dos pacientes e o lançamento de informações nos sistemas; a abertura de uma nova unidade, o CEV (Centro de Especialidades Vilhenense), em julho de 2019; e a intensificação de campanhas de prevenção que aumentaram os atendimentos especialmente nos meses de outubro (saindo de 14 mil para 31 mil), novembro (saindo de 15 mil para 31 mil) e fevereiro (saindo de 9 mil para 26 mil).

 

A coordenadora da Atenção Básica, Ana Carla Andreola, explica que “a Planificação, um projeto do Governo Federal para padronizar as ações da Saúde, ajudou muito pois cada médico passou a assumir sua área geográfica e não deixar o paciente sem atendimento. Os agendamentos são mais rápidos e às vezes acontece no mesmo dia”.

 

COVID-19 - Neste período de pandemia mundial o município se preparou para receber os pacientes nas unidades básicas apenas por ordem de chegada. Assim, sem necessidade de agendamento, os pacientes com sintomas de gripe poderão ser atendidos de forma mais rápida para agilizar o diagnóstico de casos suspeitos.

 

Semcom




Veja também em VILHENA


BR-364 fica interditada devido a acidente envolvendo três carretas e dois carros
Um acidente de trânsito envolvendo três carretas e dois carros, que ocorreu no início  da manhã  deste sábado, 06, 10 km após  o distrito do Guaporé.....


Noite da Seresta em formato de lives com prêmios aos artistas acontece em Vilhena
Tradicional encontro bimestral volta em transmissões ao vivo de músicos locais com premiações que somam R$ 6 mil...


Mais 70 toneladas de calcário são entregues a produtores de Vilhena
Na oportunidade, o gerente regional da Emater na região sul de Rondônia, engenheiro agrônomo Alessandro Pedralli...


ONG “Por Um Dia Melhor” promove Natal Solidário em Vilhena
Foram atendidas mais de 1.200 cartinhas das crianças que escreveram para Papai Noel. Este ano a ONG atendeu as escolas Luiz Eduardo Rover......

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News