Rondônia, - 08:18

 

Você está no caderno - Polícia
esquema de fraude em certificados escolares
Operação apura esquema de fraude em certificados escolares na Capital
Ao todo, foram 10 mandados de busca e apreensão, três de proibição de acesso a determinados locais e um afastamento da função pública.
Publicado Sexta-Feira, 5 de Outubro de 2018, às 18:48 | Fonte Por G1 RO — Porto Velho 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=355214&codDep=22" data-text="Operação apura esquema de fraude em certificados escolares na Capital

  
 
 

Divulgação PC RO

Ilustração

Uma operação para investigar fraudes de certificados escolares em Porto Velho foi deflagrada pela Polícia Civil (PC-RO) na manhã desta sexta-feira (5). Conforme a corporação, o grupo criminoso falsificava assinaturas de históricos e diplomas do ensino médio. Até o momento, ninguém foi preso.

Ao todo, foram 10 mandados de busca e apreensão, três de proibição de acesso a determinados locais e um afastamento da função pública.

Agora, o próximo passo da apuração policial é saber o número oficial de pessoas beneficiadas pelo esquema ilegal.

Mais de 30 policiais, entre delegados, agentes e escrivães, se envolveram na operação, denominada Vida Espúria. A ação também teve apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote).

Operação da Polícia Civil investiga fraude em certificados escolares

Início das investigações
De acordo com a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), da PC-RO, a fraude foi descoberta após uma denúncia anônima.

O denunciante disse que servidores da Escola Estadual Maria Carmosina Pingeiro, localizada na Zona Leste da capital, estariam praticando comércio de históricos escolares.

Segundo as investigações preliminares da Draco, presidiários estariam sendo beneficiados com o esquema fraldoso, já que documentos falsos estariam sendo usados à progressão de regime e outros benefícios a privados de liberdade.

Suamy Otto, delegado à frente da ação, afirmou que os certificados eram feitos com documentos oficiais. Entretanto, as assinaturas e informações eram falsificadas.


Os crimes atribuídos aos investigados na operação são de falsificação de documentos públicos e falsidade ideológica, bem como inserção de dados falsos em sistema de informações. A direção da Escola citada na operação não quis comentar a fraude.







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Polícia


Médico que ia assumir plantão é flagrado dirigindo embriagado
O motorista confessou ter ingerido bebida alcoólica, mas não aceitou ser submetido ao teste do etilômetro, sendo, então, confeccionado um Termo de Constatação de Embriaguez...


Lei propõe endurecer cumprimento de pena para crimes graves
Biógrafo Wagner Barreira revela as várias facetas de Virgulino e mostra como se deu a construção da imagem de “Rei do Cangaço”...


Em 21 dias, país tem 68 casos de feminicídio e 39 tentativas
Somados feminicídios e tentativas, sete em dez casos têm o parceiro ou o ex como suspeitos, e 22% deles envolvem arma de fogo....


Chefão do PCC, Marcola pode ficar até 3 anos no presídio federal de Porto Velho
A medida foi feita também com outros 21 membros da facção criminosa a partir de acordo firmado entre o Governo de São Paulo com a União. ...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News