Rondônia, - 05:07

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Tribunal do Egito anula veredito que colocava mais de 1500 pessoas numa lista de terroristas
Publicado Quinta-Feira, 5 de Julho de 2018, às 10:12 | Fonte Expresso 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=350646&codDep=24" data-text="Tribunal do Egito anula veredito que colocava mais de 1500 pessoas numa lista de terroristas

  
 
 

NAMIR GALAL/EPA

O ex-Presidente do Egito Mohamed Morsi

 

O principal tribunal de recurso do Egito anulou esta quarta-feira um veredito que colocava mais de 1500 pessoas numa lista nacional de terroristas, incluindo o antigo Presidente Mohamed Morsi. A informação é avançada pela Al Jazeera.

A medida surge em resposta a uma série de recursos apresentados por integrantes dessa lista, muitos dos quais pertencentes à Irmandade Muçulmana. Foi como candidato da organização que Morsi se tornou o primeiro Presidente democraticamente eleito no Egito.

Entre os que recorreram encontra-se o ex-futebolista Mohamed Aboutrika, que foi colocado na lista no ano passado e acusado de financiar a Irmandade, uma alegação que Aboutrika nega.

IRMANDADE MUÇULMANA CONTINUA OU NÃO NA LISTA?
A Irmandade Muçulmana foi ilegalizada após a queda de Morsi, em 2013, na sequência de um golpe liderado pelo general Abdel Fattah el-Sisi. O general tornou-se Presidente do Egito um ano depois, tendo sido reeleito em março deste ano.

Ainda não é claro se a Irmandade enquanto organização foi retirada da lista ou se a decisão foi tomada apenas em relação aos indivíduos que recorreram.

Ao abrigo de uma lei antiterrorismo, aprovada em 2015 e duramente criticada por grupos internacionais de direitos humanos, qualquer pessoa incluída na lista de terroristas ficaria sujeita a uma proibição de viajar e teria os seus passaportes e bens congelados durante três anos.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em INTERNACIONAL


Ditadura na Venezuela: Chavismo prende 27 militares que se rebelaram
Nas redes sociais, tornaram-se virais os vídeos dos militares com pedidos para que a população se juntasse ao protesto....


Bolsonaro faz sua estreia internacional em Davos
O encontro será o palco da estreia internacional do presidente Jair Bolsonaro, que vai ser o primeiro chefe de Estado a discursar. ...


Choque frontal entre dois autocarros faz pelo menos 22 mortos na Bolívia
Pelo menos 22 pessoas morreram e outras 37 ficaram feridas num choque frontal entre dois autocarros numa estrada que liga as regiões de Oruro e Potosi, na Bolívia....


Governo decide estender acolhida a venezuelanos
Ela foi criada para receber e redistribuir a outras partes do país venezuelanos que chegam a Roraima fugindo da crise política e econômica da ditadura de Nicolás Maduro. ...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News