Rondônia, - 16:05

 

Você está no caderno - Agronegocios / Pecuária
PROJETOS PRODUTIVOS
Incra investe R$ 2,7 milhões em créditos para famílias de agricultoras em Rondônia
Os valores são destinados a projetos produtivos desenvolvidos pelas famílias dos assentamentos
Publicado Sexta-Feira, 22 de Junho de 2018, às 17:54 | Fonte da Redação 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=349994&codDep=50" data-text="Incra investe R$ 2,7 milhões em créditos para famílias de agricultoras em Rondônia

  
 
 

Para incrementar a produção agropecuária das famílias assentadas, uma equipe de técnicos do Incra está percorrendo os assentamentos de Rondônia, neste mês, reunindo-se com as famílias para prestar as informações sobre as modalidades de crédito disponíveis, as formas de acesso, condições de pagamento e a assinatura dos contratos de adesão.

 

Estão sendo atendidos os projetos de assentamento das regiões de Guajará-Mirim, Ariquemes, Machadinho, Ji-Paraná, Pimenta Bueno, Colorado do Oeste e Porto Velho. Até o momento foram aplicados créditos para 872 famílias nas modalidades Apoio Inicial e Fomento Mulher, totalizando R$ 2.721.800,00.

 

Na modalidade Apoio Inicial, receberam crédito 191 famílias,  no valor de até R$ 5,2 mil por família assentada, que podem ser destinados para apoiar a instalação no projeto de assentamento e a aquisição de itens de primeira necessidade, de bens duráveis de uso doméstico e equipamentos produtivos.

 

Na modalidade Fomento Mulher, no valor de R$ 3 mil, foram atendidas 681 famílias. O objetivo é gerar renda para a mulher e esse valor pode ser utilizado na compra de animais, sementes, maquinário, utensílios e produtos agrícolas, além de materiais para a produção de artesanato.

 

Parceria

 

O Incra disponibiliza o crédito após as famílias serem atendidas pela equipe de Assistência Técnica e Extensão Rural da Emater-RO, conforme Acordo de Cooperação Técnica firmado entre as instituições. A Emater é responsável pela elaboração e acompanhamento da execução dos projetos produtivos vinculados aos contratos de crédito.

 

Com a assinatura do contrato é gerado o Cartão do Assentado para o titular e no período de 15 a 30 dias o valor é disponibilizado na instituição financeira. A família terá uma carência de um ano para pagar o crédito recebido, no montante de 20% do total, os outros 80% são custeados pelo governo federal.

 

É necessário que a família tenha o cadastro atualizado na autarquia, e esteja inscrita no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Agronegocios / Pecuária


Agronegócio impacta 2 de cada 3 espécie de vertebrados ameaçados no país
Em tempos de discussão sobre o destino do Ministério do Meio Ambiente e na inclinação do novo governo eleito de dar mais peso para a bancada ruralista, que deverá escolher o novo ministro da pasta ambiental, uma pesquisa do Laboratório de Ciência A...


Futura ministra é alertada sobre Carne Fraca
Plano de contingência é necessário para eventuais reflexos da operação...


Estrutura do Ministério da Agricultura será definida nesta semana
Bolsonaro se reúne amanhã (13) com a futura ministra Tereza Cristina a estrutura do Ministério da Agricultura, que poderá englobar pesca e agricultura familiar, será definida nesta terça-feira (13), em Brasília....


Temer cumpre acordo com a FPA e prorroga prazo de adesão ao Refis do Funrural
Transformada em lei, medida provisória adia o prazo de adesão no Programa de Regularização Tributária Rural para 31 de dezembro; impacto das dívidas rurais no orçamento da União é de R$ 5,3 bilhões ...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News