Rondônia, - 17:59

 

Você está no caderno - Rondônia
Rondônia dá exemplo de boas práticas
Rondônia dá exemplo de boas práticas sobre meio ambiente e agronegócio em workshop para autoridades e empresários bolivianos
Um dos temas apresentados na tarde desta terça-feira (12), primeiro dia do workshop promovido pelo Núcleo Estadual para o Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira (Neifro) da Secretaria de Estado de Planejamento, Gestão e Orçamento (Sepog), no Rondon Palace Hotel, em Porto Velho, é o Meio Ambiente e o Agronegócio em Rondônia.
Publicado Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, às 05:43 | Fonte Secom - Governo de RO 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=349614&codDep=34" data-text="Rondônia dá exemplo de boas práticas sobre meio ambiente e agronegócio em workshop para autoridades e empresários bolivianos

  
 
 

Os participantes puderam debater e tirar dúvidas sobre as ações realizadas em Rondônia

 

Um dos temas apresentados na tarde desta terça-feira (12), primeiro dia do workshop promovido pelo Núcleo Estadual para o Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira (Neifro) da Secretaria de Estado de Planejamento, Gestão e Orçamento (Sepog), no Rondon Palace Hotel, em Porto Velho, é o Meio Ambiente e o Agronegócio em Rondônia.

O Encontro Diálogo de Fronteira Rondônia – Beni e Pando reuniu representantes brasileiros e bolivianos para troca de informações, entendimentos e tecnologias no desenvolvimento de ações que possam beneficiar economicamente os dois países. Segundo o técnico da Secretaria Estadual do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Eliezer de Oliveira, foi apresentada para o público a experiência rondoniense com o zoneamento social ecológico e as vantagens que o estado adquiriu a partir do trabalho realizado.

“A preocupação deles era de qual a metodologia que eles teriam que adotar para fazer o zoneamento lá na região deles, onde autoridades e técnicos bolivianos puderam dirimir as dúvidas e ter um ‘norte’ sobre como devem proceder. Inclusive, do debate, já foi estabelecido um encaminhamento para apresentarmos a nossa legislação pra eles, tanto de unidades de conservação, quanto como fazemos o uso de unidades produtivas, principalmente nas áreas onde há extrativistas morando e vivendo do que produzem no local”, disse o técnico.

Eliezer explica que os extrativistas em Rondônia produzem, comercializam e exportam produtos da floresta de forma legal, agregando valor à produção extrativista. “Na Bolívia há muito atravessadores e eles esbarram na questão da legalidade para organizar essa comercialização. Como nós mapeamos as potencialidades do Estado e o que pode ser feito em cada região, temos o zoneamento como vantagem, e isso será um exemplo que pode ser implantado na região do Beni”, conta.

 

 

 


Técnico da Sedam, Eliezer explicou sobre o zoneamento

 

 

 

Na sala específica sobre Meio Ambiente e Agronegócio, também foi discutido sobre outro potencial em crescimento em Rondônia, que é a piscicultura. “Para a região de fronteira, mostramos quais os pontos potenciais, que tipo de fauna existe na área, e como investir no setor. Além disso, como funciona o licenciamento, incentivando a exportação e a importação para que haja a troca entre os países da faixa e os dois sejam beneficiados. Já temos muitos empresários brasileiros investindo na Bolívia, o agronegócio com a plantação de soja, florestas plantadas. Sem contar que 100% do nosso gado e da Bolívia foram vacinados pelos nossos técnicos da Idaron. Então, essa relação já existe, existe legislação federal e decretos estaduais para isso, o que queremos é ampliar, potencializar e diversificar os investimentos e a boa relação entre os dois países vizinhos”, concluiu o profissional.

Agronegócio

O diretor executivo da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri), Avenilson Trindade, explica que, a princípio, há que se construir um diagnóstico para que se possa pensar em ações conjuntas entre o governo brasileiro e o boliviano. Foi apresentado um desenho sobre o desenvolvimento das lavouras de Rondônia, da pecuária, demonstrando como é atuação da Seagri e como pode colaborar, mostrando a pauta de exportação do agronegócio e como ele se comporta.

“Nós temos um destaque para algumas culturas que foram incentivadas recentemente, como o café que, mesmo com a redução da área plantada, teve um aumento na produção mostrando que pode ter grande produtividade a partir da inclusão da tecnologia da muda clonal. Além dessa ideia que pode ser adotada pelo nosso vizinho, mostramos a evolução do volume de produção das criações pecuárias, como suínos, aves, bovinos, caprinos, a nossa exportação, a própria piscicultura e os programas específicos da Seagri, como o crédito fundiário, distribuição de sementes, calcário, e mudas. Tudo isso para incentivar a nossa agricultura, principalmente a de base familiar, sem esquecer o médio e grande produtor, como anualmente no Rondônia Rural Show”.

O evento vai até esta quarta-feira (13), com a presença de autoridades, técnicos, e empresários brasileiros e bolivianos.

 

 

Fonte
Texto: Vanessa Farias
Fotos: Jeferson Mota
Secom - Governo de Rondônia

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Rondônia


Termo de compromisso da Secretaria de Agricultura define estratégia de combate ao trabalho infantil no campo em Rondônia
Com o envolvimento e participação decisiva da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) na divulgação e orientação sobre o trabalho infantil no campo, Rondônia se adiantou e é o primeiro estado a instalar um Comitê de Com...


Videomonitoramento avança e registrada redução de criminalidade nos locais monitorados em Rondônia
Olhares atentos às telas indicam que a atividade é séria. ...


Embaixador do Quênia visita Rondônia e afirma que estado pode ajudar a mitigar fome na África
O jovem Estado de Rondônia impressiona pelo seu desenvolvimento, pela capacidade que tem demostrado ao atravessar uma das piores crises econômicas do País com estabilidade financeira e pela força do agronegócio....


Agentes da Segurança Pública serão capacitados durante curso de mediação em Ji-Paraná
Um grupo formado por 100 agentes da Segurança Pública – entre policiais e bombeiros militares, policiais civis e peritos – vai participar nos dias 27 e 28 da II etapa do Curso de Mediação Rápida de Conflitos em Ji-Paraná....

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM