Rondônia, - 20:52

 

Você está no caderno - Economia
Economia
Fast Shop alega erro em site e cancela venda; saiba o que é preço vil
Publicado Terça-Feira, 12 de Junho de 2018, às 06:00 | Fonte Veja.com 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=349549&codDep=20" data-text="Fast Shop alega erro em site e cancela venda; saiba o que é preço vil

  
 
 

Entidades de defesa do consumidor dizem que alegações de preço vil devem ser analisadas caso a caso, pois o comprador pode ter acreditado que se tratava de promoção (iStock/Getty Images)

 

Clientes que compraram produtos no site da Fast Shop no último dia 4 receberam super descontos na hora de fechar a compra. Uma TV de 32 polegadas da Samsung, por exemplo, foi vendida por 543,80 reais, um desconto de 52%. Um desses consumidores chegou a receber a nota fiscal da compra. O problema é que a empresa cancelou o pedido após alguns dias.

Ao entrar em contato com a Fast Shop, o cliente foi informado que a TV não poderia ter sido vendida por aquele valor. Não recebeu nenhum pedido de desculpas nem foi avisado com antecedência sobre o cancelamento.

Procurada, a Fast Shop informou que uma intermitência de alguns minutos fez com que clientes recebessem descontos indevidos e excessivos na hora de colocar o produto no carrinho de compra. “Esses descontos indevidos não foram parte de nenhuma promoção ou ação de marketing/comunicação. Foram gerados por uma instabilidade no sistema.”

A empresa afirma ainda que tentou manter os descontos prometidos para grande parte dos clientes. “No entanto, para a minoria desses casos, o valor da compra se tornou inviável de ser cumprido. Inclusive, tivemos situações em que o consumidor fechou o carrinho de compra com valor zero pelo produto”, informa a Fast Shop em nota.

A rede varejista diz que esses cancelamentos são previstos em lei – caso do chamado preço vil – excessivamente baixo. “Nas situações em que não conseguimos arcar nem com o custo da mercadoria, não tivemos condições de manter as vendas que foram realizadas.”

O advogado do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Igor Marchetti, diz que alegações de preço vil devem ser analisadas caso a caso. “É necessário verificar alguns pontos para apontar se o preço apontado na loja era vil ou se estava mencionado como um desconto extraordinário. Lembramos, entretanto, que em eventos como Black Friday é comum existir descontos atípicos de até 70% do valor normal do produto, e não poderiam ser enquadrados como erro material da forma alegada pela empresa. Promoções em período anterior a Copa do Mundo também costumam oferecer descontos significativos.”

Uma das formas de verificar se a alegação da Fast Shop faz sentido é analisar o anúncio de venda. “Se a chamada para a promoção fizer menção ao desconto de cerca de 50% do valor ou algo que faça crer ser uma oferta inequívoca, considera-se descabida a alegação da empresa.”

O Procon-SP informa que casos como esse devem ser avaliados individualmente. “A avaliação que fazemos nesses casos é com relação às condições da oferta e quais as informações que constavam nessa oferta. […] Existem aparelhos de televisão vendidos por 500 reais? A loja vende aparelhos nesse valor? É impossível uma promoção que venda o aparelho por 500 reais:.”

Na avaliação do Procon-SP, o consumidor pode ter feito a compra de boa-fé, “acreditando que de fato o produto estava com um preço promocional”. “Não necessariamente o consumidor percebeu que se tratava de um preço impossível de ser praticado.”

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Economia


O novo papel do contador
Nos últimos anos, o Fisco vem utilizando cada vez mais a tecnologia para automatizar, desburocratizar e aperfeiçoar seus processos......


Rússia anuncia retomada de importação de carne brasileira
O Serviço Federal para Vigilância Sanitária e Fitossanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor), órgão que regula a segurança na agricultura do país, anunciou nesta quarta-feira (31) que vai liberar importações de carnes suína e bovina de nove fornecedor...


CDL Porto Velho divulga índice de inadimplência do consumidor em agosto
''Apesar desse dado positivo, o número de inadimplente cresceu, foi a 3,56%, em relação a agosto de 2017....


Gestão empresarial colaborativa
O modelo colaborativo de fazer gestão está ganhando cada vez mais espaço em empresas de todos os portes, que estão investindo na capacitação de lideranças para atuarem mais próximas aos seus colaboradores...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News