Rondônia, - 19:13

 

Você está no caderno - Rondônia
RESULTADO
Polícia Civil registra 63% de efetividade na elucidação de crimes de homicídio em Rondônia
O estado de Rondônia concluiu o ano de 2017 com balanço positivo em relação à elucidação de crimes de homicídio, com registro de 63% de efetividade, o que inclui resolução e produção de autoria dos crimes, encaminhamento dos processos para o Ministério Público do Estado (MPE), até o fechamento, que é o julgamento dos suspeitos, pelo Tribunal de Justiça de Rondônia.
Publicado Quarta-Feira, 16 de Maio de 2018, às 16:52 | Fonte Secom - Governo de RO 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=348578&codDep=34" data-text="Polícia Civil registra 63% de efetividade na elucidação de crimes de homicídio em Rondônia

  
 
 

Delegado geral da Polícia Civil, Eliseu Muller apresenta os dados referentes ao ano de 2017

 

O estado de Rondônia concluiu o ano de 2017 com balanço positivo em relação à elucidação de crimes de homicídio, com registro de 63% de efetividade, o que inclui resolução e produção de autoria dos crimes, encaminhamento dos processos para o Ministério Público do Estado (MPE), até o fechamento, que é o julgamento dos suspeitos, pelo Tribunal de Justiça de Rondônia. O índice é considerado alto se comparado com o nacional, cuja média varia entre 9% e 16% de resolução. A informação faz parte dos dados disponibilizados pelo delegado geral da Polícia Civil de Rondônia, Eliseu Muller, que apresentou comparativo das ações realizadas pela Polícia Judiciária, nos anos de 2016 e 2017, numa coletiva à imprensa, na manhã de terça-feira, 15, em Porto Velho.

Em se tratando de homicídios, o município de Pimenta Bueno foi citado como referência nacional, uma vez que a Polícia Civil elucidou 93% dos crimes cometidos no ano passado, naquela região. “Em algumas áreas conseguimos avançar bastante, em outras não conseguimos o avanço que queríamos, mas na produtividade geral da análise, percebemos que em vários delitos, e o principal deles e o mais complexo, que são os crimes de homicídio houve efetividade na elucidação desses crimes”, salientou Muller.

Outro ponto que o delegado fez questão de pontuar são os serviços prestados pela Polícia Civil para a comunidade, como criação de Institutos de Identificação nos municípios, para facilitar a emissão de carteiras de identidade para a população. “Firmamos convênios com as prefeituras municipais e atualmente este serviço está sendo oferecido dentro das prefeituras. Treinamos os servidores e com isso tivemos acréscimo na produção dos documentos”, detalhou. O resultado demonstra ser animador, somente no ano passado foram emitidas 93 mil carteiras de identidade para moradores do estado de Rondônia.

Além disso, no passado a população registrou 250 mil ocorrências, e aproximadamente 60 mil pessoas prestaram depoimento em delegacias do Estado. “Também homologamos e referendamos aproximadamente seis mil flagrantes”. Os flagrantes são feitos por equipes da Polícia Militar do Estado, responsável pela prevenção de crimes, e levados até as delegacias civis para o delegado analisar a viabilidade de homologação ou não.

Outro número apresentado foi redução de 31 mil inquéritos para 21 mil, por meio da aplicação de uma metodologia de redução de inquérito feita em parceria com o Ministério Público do Estado (MPE).

Em 2017 foram realizadas 146 operações complexas, com elucidação e prisão de envolvidos em crimes contra a administração pública. Também foram evidenciadas ações de combate ao narcotráfico e aos crimes ambientais, que é o novo foco da Polícia Civil. “No ano passado instauramos 15 mil inquéritos, com redução em relação ao ano de 2016 e atribuímos isso à redução da criminalidade”, ponderou.

ENTORPECENTES

No ano passado a Polícia Civil apreendeu uma tonelada de entorpecentes, já no ano de 2016 foram apreendidas quase duas toneladas de drogas, por equipes do Denarc e de Unidades onde foram feitos os flagrantes, segundo o delegado geral da Polícia Civil.

 

 

Delegados durante coletiva de imprensa realizada em Porto Velho

 

 

 

Também foram feitos investimentos para equipar a Polícia Civil. “No ano passado investimos R$ 4 milhões oriundos do Fundo da Polícia Civil, para reequipar a Polícia Judiciária. Adquirimos equipamentos exercer com mais eficiência as atividades, além de economia na logística”, definiu Muller.

CRIAÇÃO DE MAIS DELEGACIAS

Entre as previsões para o ano de 2018 está criação de delegacias especializadas, a pedido e sugestão do governador Daniel Pereira, como delegacia do idoso, de minorias, delegacia de repressão aos crimes de lavagem de dinheiro, e delegacia de crimes cibernéticos. “Serão delegacias modernas e importantes. Vamos capacitar nossos servidores, delegados, para atuar nessas unidades. Os crimes se aperfeiçoam nós temos que nos aperfeiçoar também para combatê-los”, enfatizou o delegado.

Outra medida será reforma da Delegacia da Mulher (DEAM), bem como da Central de Polícia, que está em andamento, mediante envio de emenda parlamentar do deputado estadual Jesuíno Boabaid. Para 2018 há previsão de funcionamento da Delegacia de Proteção a Criança e o Adolescente (DPCA) no mesmo prédio da Delegacia da Mulher (DEAM).

Participaram da coletiva de imprensa para informar o Balanço das Ações da Polícia Civil no ano de 2017, Eliseu Muller, delegado geral da Polícia Civil, Jeremias Mendes, chefe da Delegacia de Polícia Metropolitana, Raimundo Mendes, Delegacia de Polícia Especializada, Antônio Carlos dos Reis, delegado adjunto da Polícia Civil do Estado de Rondônia.

 

 

Fonte
Texto: Mineia Capistrano
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

 

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Rondônia


Secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão é empossado pelo governador Daniel Pereira
Ao empossar Pedro Antônio Pimentel como secretário da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), o governador Daniel Pereira disse que, por fazer parte de uma equipe que conduziu bem a pasta nos últimos anos, este é o nome id...


Agroindústria de processamento de ave é inaugurada em Cerejeiras
Com o abate de 200 aves por dia, a agroindústria de processamento de ave Qualy Frango foi inaugurada no domingo (20) pelo governador Daniel Pereira, na linha 5, em Cerejeiras. ...


Agevisa orienta comunidade sobre a prevenção da meningite nas crianças em Rondônia
Com o registro de 19 casos de meningite este ano em todo Estado, que resultaram em quatro óbitos, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) se mobiliza com o trabalho de orientação da comunidade sobre a importância da prevenção da doença,...


Mudas de café de qualidade em Rondônia estão livres de nematoide, garante Agência Idaron
Rondônia tem atualmente 96 viveiros de mudas de café de produção comercial, livres de nematoide [vermes microscópicos conhecidos por pragas invisíveis], informou a gerente de inspeção e defesa sanitária vegetal da Agência Idaron, engenheira agrônom...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM