Rondônia, - 05:59

 

Você está no caderno - Economia
Economia
Moody’s reafirma rating dos EUA em Aaa, com perspectiva estável
Publicado Quinta-Feira, 26 de Abril de 2018, às 07:28 | Fonte Revista Exame 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=347488&codDep=20" data-text="Moody’s reafirma rating dos EUA em Aaa, com perspectiva estável

  
 
 

EUA: Moody's destacou que Executivo e Legislativo serão desafiados a realizar mudança pronunciada na política fiscal (Timothy A. Clary/AFP/AFP)

 

A agência de classificação de risco Moody’s reafirmou a nota de crédito de longo prazo dos Estados Unidos em Aaa e manteve a perspectiva estável.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, a Moody’s comenta que a manutenção do rating dos EUA em Aaa “reflete a força econômica excepcional” do país, a força muito alta das instituições americanas e a exposição muito baixa dos EUA a choques relacionados a crédito, “dados os papéis únicos e centrais do dólar e do mercado de títulos do Tesouro americano no sistema financeiro global”. Para a agência, essas características contrabalançam a força fiscal mais baixa do país, embora ela ainda seja alta.

Para a Moody’s, a credibilidade e a eficácia da política monetária é um “pilar fundamental” da força institucional dos EUA. A formulação de políticas fiscais, no entanto, é menos robusta do que outros países que também têm rating “Aaa” e, de acordo com a agência, “a experiência nos últimos anos sugere que os poderes Legislativo e Executivo dos EUA serão desafiados a realizar uma mudança pronunciada na política fiscal para enfrentar as crescentes pressões”.

O principal motivador para a perspectiva estável, de acordo com a Moody’s, “é a visão de que a diversidade, o dinamismo e a competitividade da economia americana, juntamente com o status do dólar como principal moeda de reserva internacional, além da profundidade grande do mercado de títulos públicos dos EUA “compensam o aumento das pressões fiscais decorrentes de gastos relacionados ao envelhecimento, a pagamentos mais alto do serviço da dívida e a ações políticas recentes, que provavelmente reduzirão as receitas futuras e aumentarão os gastos”.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Economia


CDL Porto Velho divulga índice de inadimplência do consumidor em agosto
''Apesar desse dado positivo, o número de inadimplente cresceu, foi a 3,56%, em relação a agosto de 2017....


Acaba prazo para saques de cotistas do PIS-Pasep com menos de 60 anos
As pessoas com menos de 60 anos representavam, em outubro de 2017, a maior parte dos cotistas do Fundo PIS/Pasep, somando 16,3 milhões de trabalhadores....


Vendas de materiais de construção no Brasil crescem 0,5% em agosto
''Observamos um mês de estabilidade nos nossos indicadores, mantendo a tendência de retomada do crescimento'', disse presidente da Abramat ...


Tesouro venderá títulos mais curtos até fim das eleições, diz Mansueto
Objetivo é não aumentar o custo da dívida pública, em meio à volatilidade que vem afetando os mercados com as eleições presidenciais...

 

ADS NEWS 2

ADS NEWS 3


:: Publicidade :::



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News