Rondônia, - 16:05

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Putin: “Será inevitável o caos nas relações internacionais” se houver novos ataques na Síria
Publicado Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, às 05:55 | Fonte Expresso 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=346862&codDep=24" data-text="Putin: “Será inevitável o caos nas relações internacionais” se houver novos ataques na Síria

  
 
 

GETTY IMAGES

 

Vladimir Putin, Presidente da Rússia, voltou a falar sobre o ataque conduzido pelos Estados Unidos no sábado de madrugada contra algumas instalações militares do exército sírio, do qual a Rússia é aliada na Guerra da Síria. Depois de uma chamada telefónica com o Presidente iraniano, Hassan Rouhani, os dois líderes concordaram em emitir um comunicado em que consideram o ataque um “ato ilegal” que “danifica seriamente as possibilidades de um acordo político na Síria”, escreveu a agência de notícias russa RIA. Vladimir Putin disse ainda, segundo a mesma fonte, que “se estas ações, cometidas em violação das regras da ONU, continuarem, será inevitável o caos nas relações internacionais”.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas esteve reunido de emergência no sábado e Nikki Haley, embaixadora dos Estados Unidos das Nações Unidas, não desarmou. “Se o regime sírio voltar a usar gases venenosos, estamos armados e prontos a disparar”, disse. Por outro lado, Bashar al-Jaafari, embaixador da Síria na ONU, frisou que a intervenção dos aliados constituía “um ataque contra a lei internacional” e pediu aos três países envolvidos nos ataques (Estados Unidos, Reino Unido e França) que parassem de apoiar terroristas na Síria”.

O ataque na madrugada de sábado visou alvos associados à produção de armas químicas na Síria, em resposta ao alegado ataque com essas mesmas armas contra a cidade de Douma, em Ghouta Oriental, onde ainda se concentravam alguns dos rebeldes que, desde 2011, têm lutado contra o regime de Bashar al-Assad. O ataque terá provocado perto de meia centena de mortos e ferido outras 500 pessoas. Tanto o Irão como a Rússia apoiam as tropas de al-Assad.

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em INTERNACIONAL


Cidade mexicana demite 119 policiais envolvidos em roubo de combustível
...


Bolívia pede reunião do Conselho de Segurança após ameaça de Trump à Síria
...


Putin pede que Netanyahu se abstenha de ações que desestabilizem a Síria
...


Trump: “Adorava sair da Síria”
...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM