Rondônia, - 03:41

 

Você está no caderno - Economia
Economia
Moody's reafirma rating do Brasil e altera perspectiva negativa
Publicado Terça-Feira, 10 de Abril de 2018, às 05:36 | Fonte Notícia ao Minuto 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=346470&codDep=20" data-text="Moody's reafirma rating do Brasil e altera perspectiva negativa
ADS NEWS 3

  
 
 

© Reuters

 

A agência de classificação de risco Moody's reafirmou o rating 'Ba2' do Brasil e alterou a perspectiva de negativa para estável. Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (9), a Moody's diz esperar que o próximo governo brasileiro aprove as reformas fiscais necessárias para estabilizar as métricas de dívida no médio prazo.

"Após as eleições presidenciais de outubro, esperamos que o novo governo retome os esforços para aprovar reformas que serão necessárias, em particular para a Previdência", afirma a agência. Além disso, a Moody's ressalta que há consenso entre os líderes políticos de que os custos econômicos e políticos do não cumprimento do teto de gastos são "altos demais para serem ignorados".

A agência também comenta que espera que o próximo governo trabalhe efetivamente com o Congresso para aprovar uma reforma previdenciária "suficientemente abrangente para conter o aumento dos gastos obrigatórios do governo e garantir o cumprimento do teto de gastos".

Para a Moody's, embora a consolidação orçamentária seja gradual, ela irá continuar, sendo apoiada por poupanças de despesas correntes de reformas de segurança social e receitas mais fortes resultantes de uma recuperação robusta. Já o ambiente de baixa inflação e de taxa de juros em queda "também terá impacto positivo nas contas fiscais e na dinâmica da dívida".

Com esse cenário no radar, a Moody's aponta que o déficit fiscal deve diminuir, gradualmente, de 7,8% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017 para 7,0% do PIB em 2018-2019, enquanto o saldo primário permanecerá entre 1,5% e 2,0% do PIB. Além disso, "apesar de um aumento gradual da relação dívida-PIB, a carga de juros do governo irá se estabilizar". A agência projeta que a dívida pública atinja 76% do PIB até 2019 e se estabilize em 82% do PIB até 2022.

Consolidação fiscal

A Moody's também diz esperar uma recuperação mais forte na atividade econômica do que a antecipada anteriormente. "No curto prazo, um maior crescimento proporcionará ao governo mais espaço político para apoiar seus esforços de reforma."

Com isso, a agência acredita que o PIB brasileiro terá crescimento médio de 2,8% em 2018-2019 e de 2,5% nos anos seguintes. Para a instituição, as perspectivas de curto prazo serão apoiadas por uma retomada do crescimento do crédito apoiado por uma política monetária acomodatícia e perspectivas sólidas no mercado de trabalho. Já a recuperação da demanda doméstica será apoiada pela melhora da confiança.

Sobre a política econômica colocada em prática até o momento, a Moody's ressalta que as reformas estruturais aprovadas pelo governo Temer desde 2016 "devem apoiar as perspectivas de crescimento do Brasil no médio prazo".

De acordo com ela, a reforma trabalhista acrescentou flexibilidade nas negociações entre empregados e empregadores e várias medidas foram adotadas para melhorar a facilidade de fazer negócios com foco na redução da burocracia e dos regulamentos. Já a decisão de eliminar empréstimos subsidiados do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) "melhorará a alocação de crédito e contribuirá para o desenvolvimento dos mercados de capitais".

A Moody's acredita que "os riscos negativos de crescimento e incerteza em relação ao impulso de reforma que levou à atribuição da perspectiva negativa ao rating do Brasil em maio recuaram". A reafirmação da nota em Ba2 reflete, de acordo com a agência, as forças de crédito que compensam os indicadores fiscais fracos.

Já os fatores econômicos e institucionais "estão de acordo com os pares regionais", enquanto a vulnerabilidade externa é "muito baixa" e a consolidação fiscal "deve continuar". Com informações do Estadão Conteúdo.

 






ADS NEWS 4

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Economia


Sala do Empreendedor recebe veículo para auxiliar em ações
A Sala do Empreendedor de Monte Negro, município do interior de Rondônia, distante cerca de 250 quilômetros da capital, Porto Velho, recebeu através de uma emenda parlamentar um veículo para ser usado nos serviços diários. ...


Mulher terá de pagar 3 mil por permitir bullying em grupo de WhatsApp
...


Preço do diesel volta a subir nos postos apesar de subsídio do governo
...


Intenção de consumo das famílias recua 1,8%, diz CNC
...

 

::: Publicidade :::

ADS NEWS 1

ADS NEWS 2

ADS NEWS 3


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM