Rondônia, - 01:22

 

Você está no caderno - Notícias da Região Norte
Cultura
Projeto Música e Cidadania faz recital de boas vindas para alunos dos polos
A Fundação Carlos Gomes realizou, na manhã desta segunda-feira, 12, o recital de boas vindas para os alunos do Projeto Música e Cidadania/Escrevendo a Nossa História.
Publicado Terça-Feira, 13 de Março de 2018, às 08:57 | Fonte Governo do Pará 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=344574&codDep=71" data-text="Projeto Música e Cidadania faz recital de boas vindas para alunos dos polos

  
 
 

A Fundação Carlos Gomes promoveu um recital de boas vindas para os alunos do Projeto Música e Cidadania/Escrevendo a Nossa História.

 

A Fundação Carlos Gomes realizou, na manhã desta segunda-feira, 12, o recital de boas vindas para os alunos do Projeto Música e Cidadania/Escrevendo a Nossa História. A apresentação contou com a participação dos professores que ensinam música nos polos do projeto e também da equipe técnica, formada por psicólogos e assistentes sociais. Os profissionais que atuam diretamente no projeto recitaram poemas e apresentaram para a plateia composições eruditas e populares.

O recital contou com a presença de representantes dos polos da Associação Assistencial Espírita Lar de Maria, Paróquia Mãe do Perpétuo Socorro, Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará (Cedenpa) e a Associação Filantrópica Icuí Solidário (Afis).

O percussionista Williams Melo, professor dos polos do Cedenpa e Lar de Maria, tocou composições eruditas e mostrou instrumentos percussivos, como a marimba e o vibrafone. Segundo o músico, o projeto é importante por levar a música, seja ela popular ou erudita, para as crianças da periferia. “O projeto tem um método inclusivo e social, as crianças não estão aprendendo somente música, elas aprendem sobre nosso folclore, ritmos populares e sua história, como o Lundu e o Carimbó. Então tudo isso enriquece a cultura dessas crianças porque todos devem ter o direito e o acesso à música popular e é esse o trabalho que o projeto música e cidadania vem realizando”.

O recital apresentou em seu repertorio músicas como “Garota de Ipanema”, do compositor brasileiro Tom Jobim; “Eu Quero é Sossego”, do compositor K-ximbinho, e “De mais Ninguém”, da cantora Marisa Monte.

O coordenador do projeto, Reginaldo Viana, cantou “A Flor e o Espinho”, de Nelson Cavaquinho, e parabenizou a equipe do projeto que tem atuado para o sucesso das ações de cidadania. “Nós queremos mostrar que a partir da união de um grupo que se compromete com esse fazer musical nós podemos realmente modificar a coletividade, então mostrar que o trabalho musical se faz no coletivo se torna inspirador para essas crianças que estão iniciando na vida musical”.

O Projeto Música e Cidadania é uma atividade de extensão da Fundação Carlos Gomes, realizada em parceria com escolas públicas, associações comunitárias e Organizações Não Governamentais (ONGs). Foi criado há 17 anos com o objetivo de descentralizar o ensino da música, fazendo com que mais pessoas tenham acesso ao conhecimento musical proporcionado pelo Instituto Estadual Carlos Gomes.

Em 2017, o projeto ganhou apoio do Ministério Público do Trabalho, por meio do programa “Escrevendo e Reescrevendo Nossa História”, destinado a jovens em situação de vulnerabilidade social e egressos da sócio-educação e do sistema penitenciário.

Por Rosa Cardoso

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Notícias da Região Norte


Clima de tensão se mantém na fronteira, em Pacaraima
Neste domingo, houve carreata pela paz, mas revolta da população é clara; OAB sugere que Estados dividam responsabilidade...


Os paraísos fiscais e sua secreta relação com a degradação ambiental
Os paraísos fiscais ficaram no olho do furacão, após se descobrir casos como os Panama Papers ou os Paradise Papers. ...


Governo enviará 120 militares e 36 voluntários da saúde para Roraima
O governo federal enviará a Roraima um reforço de 120 homens para a Força Nacional, além de, no próximo domingo (26), 36 voluntários da área da saúde para atendimento aos imigrantes venezuelanos, em parceria com hospitais universitários....


Importância do Brasil na biodiversidade mundial é maior do que se pensava, dizem cientistas
Quase um quarto de todos os peixes de água doce do mundo – mais precisamente 23% – estão nos rios brasileiros. ...

 

ADS NEWS 2

ADS NEWS 3


:: Publicidade :::


 
 
 
 
EMRONDONIA.COM