Rondônia, - 17:27

 

Você está no caderno - Artigos
tudo pelo poder em rondônia
A briga é pra valer? - por: Carlos Sperança
Com um cipoal de rabos amarrados na política rondoniense, o jogo de puxa e estica de sempre é levado à mesa para as negociações, e..
Publicado Sexta-Feira, 9 de Março de 2018, às 11:16 | Fonte Carlos Sperança 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=344366&codDep=33" data-text="A briga é pra valer? - por: Carlos Sperança

  
 
 

Redes Sociais e ou Internet

Com um cipoal de rabos amarrados na política rondoniense, o jogo de puxa e estica de sempre é levado à mesa para as negociações, e..

Com um cipoal de rabos amarrados na política rondoniense, o jogo de puxa e estica de sempre é levado à mesa para as negociações, e dependendo das cartas, todo mundo fica quieto. Senão vejamos: se a peleja ocasionada pelo caso das fitas entre o governador Confúcio Moura e o presidente da Assembleia Legislativa fosse mesmo para valer, neste episódio das gravações o conteúdo primeiramente seria enviado para o Fantástico. Se Maurão de Carvalho, revoltado com o vazamento do material, optasse por ferrar Confúcio, a Assembleia Legislativa não tinha se comportado como uma granja de avestruzes quanto ao entrevero, e tocado a CPI e o impeachment prometidos para a frente.

Vamos adiante, se Confúcio quisesse mesmo ferrar o valentão Jesuíno, que fala até na morte do mandatário no teor das fitas, teria feito um escândalo e exigido proteção da Polícia Federal além de denunciado o caso ao Ministério da Justiça. Ninguém, até ontem, queria ferrar ninguém. Ambas as partes querem mesmo é negociar um acordo político para salvar as aparências, mas desde já Maurão e Jesuíno ficaram no prejuízo com a opinião pública.

Enfim, o desenrolar da contenda vai indicar se esta briga é para valer, ou mais uma cena cenográfica – de tantas – da política rondoniense tão cheia de jogadas, onde os cabaços acabam apanhando de cinta das raposas políticas.

A desconfiança

Nos meios políticos existe a clara desconfiança de um dedinho do senador Valdir Raupp nas pressões (chantagem) dos deputados Maurão de Carvalho e Jesuíno para que o governador Confúcio Moura desista da candidatura ao Senado. A medida visa beneficiar o próprio Maurão, candidato ao governo, que anularia a ascensão de Daniel Pereira e tiraria do caminho de Raupp a candidatura ao Senado do governador Confúcio Moura. Coisa de louco!

Mais segurança

O satânico presidente Michel Temer continua com seu jogo de cena com a segurança púbica. Na quarta-feira se reuniu com os prefeitos das capitais para tratar do assunto. Ocorre que as prefeituras não têm meios para tratar desta matéria. E os recursos anunciados ficam só na promessa.

A lavagem

A tentativa dos meios empresariais de explorar os jogos de azar e da reabertura dos cassinos pelo País nas regiões de fronteira foi anulada na quarta-feira com o veto da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Foram 13 votos contra e apenas 2 favoráveis, entre eles do senador Ivo Cassol (PP-RO), solidário com o autor do projeto Ciro Nogueira. As bancadas evangélica e católica eram contra a iniciativa.

As investigações

O deputado Jesuíno Boabaid, ao se defender das acusações a respeito das gravações onde sugere chantagear o governador Confúcio Moura, saiu atirando contra a imprensa, dizendo que a Assembleia Legislativa gasta R$ 26 milhões para não apanhar e que os donos dos sites têm funcionários indicados naquela Casa de Leis. O site deste Diário não tem nenhum e recomenda que o MP investigue se a coisa tem fundamento.

Acesso ao conjunto

As mãezinhas do governador e do prefeito da capital foram lembradas durante a inauguração do conjunto Cristal da Calama, devido aos lamaçais no acesso, da falta de transporte coletivo, de escola e de segurança naquela região. Parte dos problemas será sanada neste verão com a pavimentação das ruas de acesso, mas ainda outros problemas de infraestrutura precisam ser sanados.

Via Direta

*** E nada mais se falou da nova rodoviária e do projeto de esgotamento sanitário transferidos para a prefeitura de Porto velho *** Dois projetos encruados e amaldiçoados, coisa de louco! *** Se a gente olhar direito a coisa, o vice Daniel Pereira não está brigado-rompido com o governador Confúcio Moura *** Só está cobrando explicações sobre a reviravolta das demissões dos militares e ainda deixou o caminho livre para pular cirandinha logo mais adiante.








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Artigos


Amazônia: açaí, café e inovação
Em seu artigo 163, a Constituição harmoniza as funções das instituições oficiais de crédito com o desenvolvimento regional, e o artigo 165, parágrafo sétimo, estabelece a conformação com o plano plurianua...


Evolução da robótica no treinamento corporativo
Com diversos cases de sucesso comprovados na indústria automotiva e mecânica de alta precisão, a robótica - ciência da concepção, construção e utilização de dispositivos artificiais de automação (robôs) ...


MP que alterava pontos da Reforma Trabalhista caducou. E agora?
A Medida Provisória (MP) nº 808, que regulamentava alguns pontos polêmicos da Reforma Trabalhista, perdeu eficácia por decurso de prazo, no último 23 de abril......


Ganhar eleição exige estratégias: cautela e reza benta
Estou mostrando a importância da Arte da Guerra como referência de estratégia para se chegar ao objetivo da guerra, em busca da paz...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM