Rondônia, - 02:38

 

Você está no caderno - @realdonaldtrump Fim do Mundo
Internacional
Trump diz acreditar que Coreia é “sincera” em esforços de diálogo
Publicado Quarta-Feira, 7 de Março de 2018, às 07:48 | Fonte Revista Exame 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=344168&codDep=68" data-text="Trump diz acreditar que Coreia é “sincera” em esforços de diálogo

  
 
 

Trump: Durante entrevista coletiva, ele garantiu estar decidido a ''conseguir uma desnuclearização da península coreana'' (Leah Millis/Reuters)

 

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou nesta terça-feira que acredita que a Coreia do Norte está sendo “sincera” nos seus esforços de diálogo com Washington e Seul, mas disse que só chegou a esse ponto graças às sanções internacionais e à pressão da China.

“Acredito que são sinceros, mas acredito que são sinceros também devido às sanções e ao que estamos fazendo a respeito da Coreia do Norte, e à ajuda que recebemos da China”, disse Trump em entrevista coletiva junto ao primeiro-ministro sueco, Stefan Löfven.

“Acredito que isso foi um fator. As sanções tiveram muito impacto”, afirmou Trump.

O presidente americano reagiu hoje com otimismo, mas também com cautela à afirmação do líder norte-coreano, Kim Jong-un, que se desfaria das suas armas nucleares se fosse garantida a permanência do regime.

“Veremos o que acontece, parece que estão atuando de forma positiva”, destacou Trump aos jornalistas no começo da sua reunião com o primeiro-ministro sueco.

Durante a entrevista coletiva, Trump garantiu estar decidido a “conseguir uma desnuclearização da península coreana”, um objetivo ao qual seu governo condicionou qualquer diálogo com Pyongyang.

Kim expressou hoje, em reunião com funcionários sul-coreanos, sua disposição a discutir com Washington sobre a desnuclearização, e afirmou que o abandono das armas nucleares na península da Coreia foi o desejo manifestado por seu pai, Kim Jong-il, antes de morrer em 2011.

Pyongyang não impôs nenhuma condição específica para sentar-se à mesa de negociações, mas ressaltou sua aspiração de “ser tratado de forma séria como um interlocutor”, segundo explicou o líder da delegação sul-coreana, Chung Eui-yong.

As conversas de seis lados para a desnuclearização da península norte-coreana (nas quais participam as duas Coreias, EUA, China, Rússia e Japão) permanecem estagnadas há mais de uma década, e representam até o momento o último contato substancial entre Pyongyang e Washington em relação ao programa nuclear norte-coreano. EFE

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em @realdonaldtrump Fim do Mundo


Congresso Mundial Judaico elogia Trump por mudar embaixada para Jerusalém
...


Trump diz que não permitirá que EUA se tornem “campo de imigrantes”
...


Quem se importa com os fatos?
...


Procurador especial cogita intimar Trump para depor, diz ex-advogado
...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM