Rondônia, - 14:25

 

Você está no caderno - Rondônia
Invasores incendiam posto da Funai em Rondônia
Invasores incendiam posto da Funai em Rondônia; Cimi denuncia cumplicidade do governo Temer
O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) vem a público denunciar as graves violências que sofre o povo Karipuna, no estado de Rondônia
Publicado Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, às 07:58 | Fonte CIMI 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=342601&codDep=34" data-text="Invasores incendiam posto da Funai em Rondônia; Cimi denuncia cumplicidade do governo Temer

  
 
 

Estado do posto da Funai após o ataque. (Foto: Cimi/Divulgação)

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) divulgou nota neste domingo (11) denunciando o novo ataque sofrido pelo povo Karipuna, em Rondônia. O posto de vigilância da Fundação Nacional do Índio (Funai), próximo da aldeia Panorama, foi incendiado por um grupo de invasores. Segundo o Cimi, “os invasores agem com desenvoltura diante da ineficácia e o descaso dos órgãos de fiscalização, sob os olhos cúmplices do governo Temer”. Segue a íntegra da nota:

Invasores ateiam fogo em Posto da Funai localizado na TI Karipuna

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) vem a público denunciar as graves violências que sofre o povo Karipuna, no estado de Rondônia, com a atuação de invasores, que desta vez atearam fogo no posto de Vigilância da Fundação Nacional do Índio (Funai). A ação demonstra o caráter criminoso e organizado destes grupos.

Os invasores se mostram cada dia mais audaciosos. Não bastasse toda a exploração ilegal de madeira e a grilagem de terra, através de loteamento dentro da Terra Indígena Karipuna, agora, para amedrontar o povo Karipuna, atearam fogo no Posto de Vigilância da Funai, próximo 12 Km da aldeia Panorama.

Os invasores agem com desenvoltura e total liberalidade diante da ineficácia e o descaso dos órgãos de fiscalização, sob os olhos coniventes e cúmplices do governo Temer.

No dia 09 de fevereiro, os indígenas da aldeia Panorama enviaram imagens da destruição do Posto de Vigilância. O território Karipuna está invadido e o povo com sua liberdade cerceada dentro de seu próprio território.

Uma Recomendação do Ministério Público Federal (MPF), assinada no dia 4 de setembro de 2017,determina que a Funai elabore um plano emergencial de ação e autorize a liberação de recursos “para assegurar a proteção do povo Karipuna e a integridade de sua área demarcada”. O prazo era de 10 dias úteis a partir da emissão do documento. Infelizmente, o povo vive a iminência de um genocídio e ações eficazes não são levadas a cabo para coibir a ação dos criminosos.

O Cimi manifesta plena solidariedade aos Karipuna e exige que as autoridades brasileiras tomem medidas urgentes e estruturantes com o único objetivo de pôr fim às ilegalidades e aos crimes que estão em curso contra este povo e seu território.

A ação do Estado e do governo brasileiro é uma obrigação constitucional e é de importância fundamental para que seja evitado o genocídio dos Karipuna. A inoperância do governo Temer o torna cúmplice do crime e o faz participante do potencial genocídio desse povo.

Porto Velho, Rondônia, 11 de fevereiro de 2018

Conselho Indigenista Missionário (Cimi)

Fonte: Sul 21








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Rondônia


Maioria dos pacientes no Centro de Reabilitação de Rondônia são vítimas de acidentes de trânsito
Era para ser um dia de atividade normal quando Júlio Flávio, vigilante, estava indo para o trabalho e um acidente impôs completa mudança de rotina: um veículo de pequeno porte se chocou contra a motocicleta que ele conduzia e com o impacto Júlio so...


Secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão é empossado pelo governador Daniel Pereira
Ao empossar Pedro Antônio Pimentel como secretário da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), o governador Daniel Pereira disse que, por fazer parte de uma equipe que conduziu bem a pasta nos últimos anos, este é o nome id...


Governador Daniel Pereira defende planejamento e união dos setores público e privado durante evento em Pimenta Bueno
Com cerca de 40 mil habitantes e economia que se destaca pela força das indústrias, o município de Pimenta Bueno recebeu, nesta terça-feira (15), no Teatro Municipal, lideranças empresariais da região para planejar o futuro....


Cerejeiras e São Francisco recebem recurso do Fitha para manutenção das estradas municipais
Os prefeitos dos municípios de Cerejeiras e São Francisco do Guaporé assinaram na manhã de hoje (10), no Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), o convênio do Fundo para Infraestrutura de Transportes e Habitaç...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM