Rondônia, - 14:02

 

Você está no caderno - @realdonaldtrump Fim do Mundo
Internacional
Exame médico de Trump não incluirá revisão psiquiátrica
Publicado Terça-Feira, 9 de Janeiro de 2018, às 09:52 | Fonte DO G1 Por France Presse 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=341070&codDep=68" data-text="Exame médico de Trump não incluirá revisão psiquiátrica

  
 
 

O presidente dos EUA, Donald Trump, durante convenção da American Farm Bureau Federation em Nashville, Tennessee, na segunda-feira (8) (Foto: Reuters/Jonathan Ernst)

 

O exame médico ao qual o presidente Donald Trump se submeterá no próximo final de semana não compreenderá uma revisão psiquiátrica, afirmou nesta segunda-feira (8) a Casa Branca, no momento em que muitos duvidam da saúde mental do máximo líder dos Estados Unidos.

"Não", se limitou a responder Hogan Gidley, porta-voz do Executivo a bordo do Air Force One. Trump "está reluzente como um raio".

Aos 71 anos, o presidente dos EUA será examinado na sexta-feira, no hospital militar Walter Reed, na periferia de Washington, e os resultados serão divulgados publicamente, assinalou a Casa Branca.

Na quinta-feira passada, a rede de televisão CNN revelou que em dezembro um grupo de legisladores americanos consultou uma professora de psiquiatria da Universidade de Yale sobre a saúde mental de Trump.

"Os legisladores disseram que estavam preocupados sobre o risco que representava o presidente, o risco que representava sua instabilidade mental para o país", disse à CNN a professora Brady Lee, editora do livro "O Perigoso Caso de Donald Trump", uma série de ensaios de psiquiatras que analisam o estado psicológico do presidente dos Estados Unidos.

Segundo Lee, no grupo de legisladores havia um senador republicano, cuja identidade não revelou.

Na Câmara de Representantes, 57 legisladores democratas - 30% do total - redigiram um projeto de lei para a criação de uma comissão parlamentar especial sobre "a incapacidade presidencial", visando "determinar se o presidente esta psicologicamente ou fisicamente capacitado para cumprir suas funções".

A Constituição americana prevê duas formas de se substituir um presidente: um impeachment no Congresso ou pela 25ª emenda, que permite o vice-presidente e a metade do gabinete declarar que o presidente é "incapaz de exercer o poder e cumprir com os deveres do cargo".

Caso o presidente conteste a decisão baseada na 25ª emenda, corresponde ao Congresso confirmá-la com ao menos dois terços dos votos.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em @realdonaldtrump Fim do Mundo


Donald Trump queria usar o Departamento da Justiça para investigar James Comey e Hillary Clinton
Presidente dos Estados Unidos disse a um dos seus conselheiros que queria pedir ao Departamento de Justiça que movesse acusações contra a sua adversária nas presidenciais de 2016, Hillary Clinton e contra o ex-diretor do FBI, James Comey. Os seus a...


Trump diz que não acredita em relatório sobre as alterações climáticas
Relatório federal norte-americano alerta contra as consequências negativas das alterações climáticas sobre a economia. Presidente norte-americano leu “um pouco'' do documento...


Trump adverte que pode tirar acreditações a mais jornalistas
Sobre a hipótese de devolver a acreditação ao jornalista da CNN cuja credencial foi suspensa pela Casa Branca, o Presidente norte-americano Trump disse não ter tomado essa decisão e voltou a criticá-lo: “Jim Acosta é um homem muito pouco profission...


Trump elogia “trabalho incrível” do FBI e volta a apelar à união do país
Em declarações a partir da Casa Branca, em Washington, Donald Trump afirmou que procurar um suspeito neste caso é como “procurar uma agulha num palheiro”...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News