Rondônia, - 12:21
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Notícias da Região Norte
Notícias da Região Norte
Profissionais da assistência social preparam-se para efetivar programa Criança Feliz
Publicado Segunda-Feira, 4 de Dezembro de 2017, às 18:41 | Fonte Governo do Amapá 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=339604&codDep=71" data-text="Profissionais da assistência social preparam-se para efetivar programa Criança Feliz

  
 
 

Foto: Maksuel Martins

Participam da capacitação profissionais que atuam nos municípios de Cutias do Araguari, Ferreira Gomes, Laranjal do Jari, Pedra Branca do Amapari e Serra do Navio.

 

Entre os dias 4 e 8 de dezembro, a Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS) promove uma capacitação sobre o Programa Criança Feliz, do governo federal, tendo como público-alvo cerca de 40 profissionais da assistência social que, através de visitas domiciliares, ajudarão a promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida, através de ações intersetoriais das políticas de assistência social, saúde, educação, cultura e direitos humanos.

Participam da capacitação profissionais que atuam nos municípios de Cutias do Araguari, Ferreira Gomes, Laranjal do Jari, Pedra Branca do Amapari e Serra do Navio. A programação acontece pela manhã (de 8h as 12h) e à tarde (de 14h as 18h), no auditório do Projeto Minha Gente, zona norte de Macapá.

O Criança Feliz foi instituído no ano passado, coordenado pela Secretaria Nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano (SNPDH) do Ministério de Desenvolvimento Social, tendo como fundamento a Lei nº 13.257, de 8 de março de 2016 – Marco Legal da Primeira Infância.

Os Estados e municípios que aderem ao programa recebem recursos federais para que executem os trabalhos. O Amapá aderiu ao Programa Criança Feliz em fevereiro deste ano, em solenidade no Palácio do Setentrião, sede do Executivo estadual. No decorrer do ano, somente os cinco municípios acima citados também fizeram a adesão, e agora, os supervisores e visitadores municipais do programa, assim como coordenadores municipais e técnicos dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) receberão esta capacitação para executar as ações em âmbito local.

O público prioritário do programa são: gestantes e crianças, de até 36 meses, de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família; crianças de até 72 meses de famílias beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC); e crianças de até 72 meses afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida protetiva.

Tatiane Santos é uma das participantes da capacitação, e atuará como supervisora do programa no município de Pedra Branca do Amapari. Além dela, mais quatro profissionais do município estão sendo capacitados.

“Estamos tendo a oportunidade de conhecer o programa, de como ele deve ser conduzido da melhor forma em nosso município, de aperfeiçoar e engrandecer os nossos conhecimentos. Ao retornarmos para Pedra Branca, multiplicaremos o que aprendemos, reuniremos nosso comitê gestor e traçaremos o planejamento das nossas ações de visita e acompanhamento das famílias a serem identificadas. As expectativas são as melhores”, frisou, complementando que os critérios do programa estabelecem a meta de 100 crianças a serem alcançadas pelo programa naquele município, visto sua classificação como porte um.

Conteúdo da capacitação

Serão ministradas palestras ao longo dessa semana, e desenvolvidas atividades de sensibilização, estudos de caso, planejamento e execução de visitas, dramatização e rodas de conversa.

A programação é voltada ao “Guia de Visita Domiciliar” e contempla os seguintes conteúdos: o Programa Criança Feliz; o papel do supervisor e do visitador; o papel do Suas  no Programa Criança Feliz ; o território e as políticas públicas; orientações para começar o trabalho no território: a acolhida das famílias e as primeiras visitas; visita domiciliar das crianças de 0-3 anos; o Método “Cuidados para o Desenvolvimento da Criança – CCD; Planejamento e realização da Visita Domiciliar; visita domiciliar de crianças de 0 a 3 anos; visita domiciliar às gestantes; visita domiciliar de crianças do BPC e afastadas do convívio familiar; prática: visita às famílias; e Plano de Ação Municipal do Programa.

As abordagens são conduzidas por técnicas da SIMS que foram capacitadas sobre o programa, em Brasília, e agora multiplicam seus conhecimentos aos demais profissionais. Os trabalhos também são acompanhados por consultoras do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), que vieram somar forças ao Estado para a preparação dos profissionais que executarão os programas em seus respectivos municípios.

Uma das consultoras do MDS é Roberta Souza. Ela conta que, dentre outros assuntos, tratará durante a capacitação, das mudanças que o programa sofreu desde sua implantação, principalmente no que tange ao financiamento do programa e às visitas domiciliares.

"Por meio das visitas é possível melhorar os estímulos, linguagem e aspectos cognitivos e motores destas crianças, além de melhorar o vínculo entre o cuidador [pai, mãe ou responsável] e a criança assistida”, esclareceu Roberta, acrescentando que as técnicas previstas pelo Guia de Visita, a serem utilizadas pelos visitadores, são embasadas em pesquisas científicas que comprovam que crianças de 0 à 6 anos que recebem estímulos adequados, se tornam adultos com maiores chances de sucesso na vida profissional e pessoal.

A gestora em exercício da SIMS, Dineuma Abrantes, destacou que “este é o passo inicial para a efetiva execução do Criança Feliz no Estado. Também objetivamos estimular os demais municípios a realizarem a adesão ao programa, visto sua grande importância para o desenvolvimento da criança em sua primeira infância, através da prestação de assistência contínua e de qualidade”.

Na quinta-feira, 7, paralelamente à capacitação, haverá uma reunião de alinhamento entre representantes do MDS e gestores dos 16 municípios do Estado. A equipe do ministério explicará aos presentes do que se trata o programa, seus objetivos, processo de adesão, como ocorre o financiamento, dentre outras informações.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Notícias da Região Norte


Aades divulga resultado final do Processo Seletivo Simplificado em parceria com a Sejusc
...


Estudantes das Escolas do Novo Saber farão acolhimento de novos alunos de 2018
...


Instituto Carlos Gomes abre inscrições para musicalização 2018
...


SSP-AM monta stand no III Congresso Amazônico de Gestores Públicos no TCE-AM
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE