Rondônia, - 18:53
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Notícias da Região Norte
Notícias da Região Norte
AP teve maior alta do país no número de casamentos em 2016; elevação foi de 20%
Publicado Terça-Feira, 14 de Novembro de 2017, às 11:39 | Fonte Do G1 Amapá 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=338641&codDep=71" data-text="AP teve maior alta do país no número de casamentos em 2016; elevação foi de 20%

  
 
 

Uniões saltaram de 2.298 em 2015 para 2.758 no ano passado (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)

 

Com aumento de 19,9%, o Amapá apresentou em 2016 o maior crescimento proporcional do país no número de casamentos, saltando de 2.298 em 2015 para 2.758 no ano passado. Os dados integram a pesquisa Estatísticas do Registro Civil, divulgada nesta terça-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O Amapá foi um dos sete estados brasileiros onde se elevou o número de matrimônios, porém nenhum outro teve aumento expressivo, sendo Mato Grosso o segundo colocado com 6,23%. Registraram ainda aumento nos casamentos o Pará (5,55%), Distrito Federal (2,80%), Bahia (1,15%), Mato Grosso do Sul (0,15%) e Pernambuco (0,03%).

Piauí foi o estado que registrou a maior queda no número de casamentos (-13,2%), seguido por Alagoas (-12,53%), Paraíba (-11,31%) e Roraima (-10%).

A alta na quantidade de uniões acontece pelo segundo ano consecutivo, porque em 2015 o aumento chegou a 10%. Dos casamentos do ano passado, 1.892 foram em Macapá, e 2.274 ocorreram na região metropolitana, que além da capital, inclui Santana e Mazagão.

Uma das explicações para a elevação significativa das uniões é a grande quantidade de casamentos comunitários promovidos por entidades públicas e sociais. O IBGE explica que os matrimônios também são de pessoas que já viviam e moravam juntas, mas não haviam oficializado o compromisso.

"O Amapá tinha grande número de uniões consensuais e esses casamentos coletivos são de pessoas que moravam juntas e aproveitaram esses eventos do governo e Tribunal de Justiça", explicou Joel Lima, do setor de disseminação de informações do IBGE Amapá.

Amapaenses de 25 a 34 anos estão na faixa etária que mais casou no ano passado, segundo o estudo. Do total de matrimônios, 1.160 foram entre pessoas nessas idades, o que representa quase 40% do montante.

O levantamento do IBGE mostra ainda que a maior quantidade de matrimônios foi entre homens e mulheres solteiros, com 2.353 ocorrências, seguidas por casamentos entre homens divorciados e mulheres solteiras, com 209 registros. Na contramão, foram somente 4 uniões entre homens e mulheres viúvos.

Dados nacionais

No país inteiro em 2016 houve redução nos matrimônios em relação a 2015, com queda de 3,69%. Foram 1.090.181 casamentos, sendo a maior concentração no Sudeste, que teve 536.093 uniões, e a menor no Norte, com 81.498.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Notícias da Região Norte


North Lions e Nacional Cavaliers se enfrentam neste domingo pela semifinal do Campeonato Amazonense de Futebol Americano
...


Vice-governadora Nazareth Araújo recebe jovens embaixadoras do Acre
...


“A Carroça dos Sonhos” estreará no Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou
...


Pachamama segue com extensa programação nesta terça-feira
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::