Rondônia, - 16:35

 

Você está no caderno - Ação Parlamentar
Enfrentamento da dependência química
Enfrentamento da dependência química debatido em audiência pública
O deputado Jesuíno Boabaid (PMN) realizou na tarde desta quinta-feira (18), no Plenário da Assembleia Legislativa, audiência pública para discutir o enfrentamento da dependência química em Rondônia.
Publicado Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, às 10:08 | Fonte Ale - Ascom 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=329032&codDep=53" data-text="Enfrentamento da dependência química debatido em audiência pública

  
 
 

 

O deputado Jesuíno Boabaid (PMN) realizou na tarde desta quinta-feira (18), no Plenário da Assembleia Legislativa, audiência pública para discutir o enfrentamento da dependência química em Rondônia.

O deputado Jesuíno afirma que a dependência química acaba por afetar não só a saúde do dependente, mas todas as áreas de sua vida e família, bem como os demais espaços onde estabelece relações.

O parlamentar também ressaltou que hoje a lei não prende mais os usuários de drogas, mas o encaminha a tratamento. Como ex-policial militar, se disse atento aos problemas que envolvem a sociedade.

Jesuíno defendeu o endurecimento das regras educacionais e intervenção federal no País para poder reduzir a corrupção e bandidagem.

Boabaid citou que o gestor da Secretaria Estadual do Meio Ambiente repassará uma área da Sedam para a Sepoad, com a destinação de projetos que possam trazer resultados mais positivos à sociedade.

Os debatedores relataram ações de associações e órgãos públicos para o enfrentamento dos usuários de drogas, incluindo uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) que circula pela cidade buscando por andarilhos e pessoas em situação de risco para oferecer auxílio e em bares apoiando o Maio Amarelo, conscientizando sobre a importância de o motorista da rodada não consumir álcool.

O parlamentar questionou o índice de cura. A psiquiatra Brysa Soares lembrou que o dependente é um doente crônico. Por isso há necessidade de acompanhamento, pois existem recaídas. Frisou que usuário de crack, sem acompanhamento, tem estimativa de vida de cinco anos.

Sobre a falta de recursos, o parlamentar defendeu a utilização do dinheiro parado em uma infinidade de fundos do Estado. “Vamos movimentar estes conselhos e apresentar projetos pois dinheiro há”, destacou. Ele assumiu o compromisso de, assim que chegar um projeto na Assembleia, colocar para aprovação e defender seu uso.

 

Debatedores

A gestora da Superintendência de Políticas Sobre Drogas (Sepoad), Isis Gomes de Queiroz, destacou a importância do relacionamento com todas as demais secretarias de Estado, como Sejucel, Sesau e Seduc. Ela falou dos projetos como o Acordar, Papo da Hora, Recomeçar e o Acolher, bem como atendimentos realizados.

O secretário adjunto da Saúde de Porto Velho, Juan Carlos, destacou a questão das chamadas drogas lícitas, como álcool e fumo, que são divulgadas em televisão, cinema e novelas como comportamento normal. Também falou do atendimento pelo Caps e da importância em manter equipes nas ruas para identificar e resgatar pessoas em risco.

A psiquiatra representante do Caps (AD), Brysa Soares, disse que faz atendimento específico, com equipe multidisciplinar, a pacientes com dependência de álcool e outras drogas. Possuem cerca de 9 mil pacientes cadastrados e os números crescem a cada dia. Ela pediu o fortalecimento da rede de assistência.

O presidente do Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas (Conen), Neirival Pedraça, disse que o tratamento do dependente químico é constante, é uma doença crônica e que salvar uma vida não tem preço. Ele pediu o combate ao tráfico, citando exemplo da Suécia, que atuou na prevenção e repressão ao tráfico, reduzindo seus índices. 

A vereadora por Porto Velho, Ada Dantas (PMN), destacou a necessidade da prevenção e de manter o jovem ativo e atuante através de escolinhas de arte e esporte e citou que apresentará projeto na Câmara para criar a Guarda e Bombeiro Mirim, para trabalhar com crianças, levando disciplina e conhecimento. 

A presidente da Associação Casa Família Roseta, Claricéa Soares, disse que o usuário de drogas é um doente e que sofre discriminação da sociedade e relatou o trabalho com crianças em situação de risco e a homens e mulheres com dependência química. Ela reclamou da falta de recursos para bancar tratamentos, especialmente de mulheres.

A representante da Sejucel, Heloisa Helena Bertolette, disse que a superintendência já possui algumas parcerias com a Sepoad para este enfrentamento e que está preocupante a situação das drogas no interior e especialmente no campo. Por isso, a necessidade de políticas públicas mais eficientes e focadas.

O presidente do Conselho Estadual de Saúde (CES) Raimundo Nonato, disse que este é o início dos debates e que é preciso a participação dos gestores, com definição de verbas públicas para cada área. Ele reclamou da falta de fiscalização, pois o que se percebe é que se tivessem investido o dinheiro da corrupção em ações sociais, se resolveria os problemas deste País.

O representante da Secretaria Municipal de Ação Social e da Familia (Semasf), psicólogo Itamar José Feliz, relatou o trabalho realizado nos Cras, feito em grupos, de crianças ou adultos. Ele reclamou da falta de espaços e infraestrutura e defendeu a prevenção e o enfrentamento.

 

ALE/RO - DECOM -  Geovani Berno

Foto: Ana Célia

 

FOTOS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Ação Parlamentar


Maurão prestigia Dia de Campo do café clonal em Cerejeiras
O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (MDB) participou na sexta-feira (18), de um Dia de Campo de Café Clonal, realizado na linha 4ª Linha, KM 3,5, da 3ª para o 4ª eixo, em Cerejeiras, na propriedade do senhor José Carlos Miran...


Lei aprovada pela Assembleia institui, em definitivo, os Jogos Escolares do Estado
Os deputados têm aprovado os pedidos do Executivo, realizados através dos Projetos de Lei, que visam beneficiar a população e ou dar maior agilidade e transparência aos atos do Executivo, legitimando todos os procedimentos jurídicos....


Projeto de Lei declara a “Furiosa” como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial de Rondônia
Os deputados Jesuíno Boabaid (PMN) e Lazinho da Fetagro (PT) apresentaram e tiveram aprovado o Projeto de Lei 963/18 que declara como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial a Banda de Música da Polícia Militar de Rondônia, também conhecida como ...


Comissão aprova solicitação de cópia de licitação da Seduc requerida pelo deputado Adelino
O deputado Adelino Follador (DEM), em pronunciamento na sessão plenária de quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), disse que a Comissão de Educação aprovou requerimento solicitando da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), ...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM