Rondônia, - 18:54
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
internacional
Prefeito de Bruxelas lamenta libertação de suspeito de ataques
Publicado Terça-Feira, 29 de Março de 2016, às 07:26 | Fonte G1 - Da France Presse 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=304943&codDep=24" data-text="Prefeito de Bruxelas lamenta libertação de suspeito de ataques

  
 
 

 

Fayçal Cheffou, que se apresenta como jornalista independente, em vídeo divulgado em 2014 (Foto: Youtube / AFP)

 

 

O prefeito de Bruxelas, Yvan Mayeur, lamentou nesta terça-feira (29) a libertação por parte da justiça belga de Fayçal Cheffou, que ele considera um agitador e possível recrutador de jihadistas, apesar de ter sido liberado do caso dos atentados de Bruxelas.

 

"A fronteira está entre um radical agitado e um radical recrutador, e certamente o magistrado não quis cruzar a fronteira", disse Mayeur à rádio francesa France Inter.

 

Cheffou, de 30 anos, a princípio suspeito de ser o "homem de chapéu" do aeroporto de Bruxelas-Zaventem, foi libertado na segunda-feira, sem condições. Ele continua acusado de crimes de terrorismo, enquanto o procedimento segue o curso.

 

Este homem, que se apresenta como jornalista independente, chamou a atenção com um vídeo militante publicado na internet em meados de 2014. Em 2015, as autoridades locais suspeitaram que ele recrutava candidatos à jihad entre os vários refugiados instalados em um parque de Bruxelas.

 

"Este personagem veio agitar os refugiados, brigou com os representantes de ONGs, Médicos do Mundo, o Samu (serviço de ajuda) social, a plataforma cidadã que estava no local e, várias vezes, pedi uma intervenção", disse o prefeito.

 

"Solicitei a um magistrado, que rejeitou a intervenção e, de forma excepcional, tive que pedir uma ordem de proibição do local", completou.

 

O prefeito de Bruxelas está em Paris para debater as medidas adotadas após os atentados na capital belga que deixaram 35 mortos e 340 feridos.

 

 

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em INTERNACIONAL


Ministro japonês pede demissão após comentário ofensivo sobre tsunami de 2011
...


Grammy 2016: Adele diz que sofreu problemas técnicos durante show
...


Italiana Emma Morano, com 116 anos, se torna mulher mais velha do mundo
...


Campanha eleitoral de Macron foi vítima de hackers russos, diz relatório
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::