Lançamento de satélite brasileiro é remarcado para quarta-feira
Publicado Segunda-Feira, 20 de Março de 2017, às 16:04 | Revista Exame.com

 

 

Satélite: cerca de 30% de sua capacidade será para uso exclusivo das Forças Armadas (NASA/JPL-Caltech/AFP/AFP)

 

 

O lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas ao espaço, que estava previsto para amanhã (21), foi remarcado para quarta-feira (22), devido a uma greve geral que atinge a Guiana Francesa, onde ocorrerá o lançamento.

 

Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, os horários e a programação do lançamento estão mantidos na quarta-feira.

 

A janela para que o satélite brasileiro seja enviado ao espaço fica aberta entre as 17h31 e as 20h20, no horário de Brasília.

 

Este será o primeiro satélite geoestacionário brasileiro de uso civil e militar.

 

Adquirido pela Telebras, o equipamento será utilizado para comunicações estratégicas do governo e para ampliar a oferta de banda larga no país, especialmente nas áreas remotas.

 

Cerca de 30% da capacidade do satélite será para uso exclusivo das Forças Armadas.

 

Com 5,8 toneladas e 5 metros de altura, o satélite ficará posicionado a uma distância de 36 mil quilômetros da superfície da Terra, cobrindo todo o território brasileiro e o Oceano Atlântico.

 

A capacidade de operação do satélite é de 18 anos.